Campanha mostra profissionais de saúde pedindo colaboração para combater o COVID-19

Vídeos publicados na nova campanha da Secretaria de Comunicação visam a conscientização das pessoas

qua, 17/03/2021 - 18h31 | Do Portal do Governo

A Secretaria da Comunicação está realizando mais uma campanha para conscientizar a população da importância de respeitar as medidas restritivas, de manter o distanciamento social e de não frequentar locais com aglomeração. Por isso, depoimentos sobre a experiência destes profissionais em unidades do estado estão sendo publicados nas redes sociais do Governo do Estado de São Paulo.

Veja também
Site Vacina Já faz pré-cadastro da imunização contra COVID-19
Guia de prevenção sobre o novo coronavírus
As medidas adotadas pelo Governo de SP para o combate ao coronavírus

                                       

Os vídeos mostram profissionais que atuam na linha de frente dos hospitais que atendem pacientes COVID-19 e têm enfrentado uma rotina extremamente exaustiva. O país registra o pior momento da pandemia, com alta média diária no número de óbitos e com a maior taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e de enfermaria, sobrecarregando todos os profissionais que atuam nos hospitais.

A Técnica de Enfermagem do Hospital das Clínicas Unidade Materno Infantil de Marília, Tânia Alves, viveu a experiência como profissional de saúde e como paciente. “A partir do momento que você pisa no hospital, internado de COVID, você vai ver sua família só quando sair. Porém, se você sair”, enfatizou Tânia, que contraiu o vírus, chegou a ir para UTI, foi entubada, se recuperou e voltou a trabalhar no atendimento a pacientes com coronavírus.

O médico infectologista Lucas Marques da Costa Alves, coordenador da Comissão de Controle de Infecção do Hospital Estadual de Bauru, falou sobre a exaustão dos profissionais de saúde, as situações que as equipes têm enfrentado e faz um apelo para que a população respeite as orientações para enfrentar a pandemia.

“Sem dúvida alguma, este ano é o pior momento da pandemia, porque os pacientes chegam em situação mais grave no hospitais, os leitos de UTI estão cheios e os profissionais estão muito cansados. Faz um ano que estamos trabalhando na exaustão. Pedimos por favor: fiquem em casa porque estamos chegando no limite”, apelou.

Chama a atenção o grande número de pessoas, principalmente jovens, sem medo da doença. “As pessoas passaram a se aglomerar mais, a usar menos máscara, a se distanciar menos e a se preocupar menos. E nós passamos a nos preocupar mais. Estamos trabalhando há um ano sem folga. Estamos todos cansados”, apelou o médico Taylor Toscano Olivo, médico e plantonista da linha de frente COVID-19 do Hospital Estadual de Bauru.

Nesta quarta-feira (17), 63 municípios do estado de São Paulo registram 100% de ocupação dos leitos de UTI. São Paulo está em fase emergencial. Todas as informações sobre COVID-19 estão no endereço https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Outros depoimentos: