Toyota vai dobrar produção do Corolla em sua fábrica de Indaiatuba

Alckmin recebeu presidente da montadora no Palácio dos Bandeirantes

ter, 17/12/2002 - 19h10 | Do Portal do Governo

Após ser recebido pelo governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, nesta terça-feira, dia 17, o presidente da Toyota do Brasil, Hiroyuki Okabe, afirmou que a fábrica de Indaiatuba vai trabalhar em dois turnos a partir de fevereiro para dobrar a produção do Corolla. Este ano, foram vendidos 18 mil veículos e a perspectiva para o próximo ano é chegar a 39 mil.

‘Nossa fábrica brasileira está exportando o Corolla para a Argentina e o Uruguai, além de peças para montagem na Venezuela’, disse Okabe, ao informar que o plano é exportar para 21 países da América do Sul, América Central e Caribe. A empresa investiu US$ 300 milhões na ampliação de sua fábrica de Indaiatuba para produzir o novo Corolla, projeto mundial da montadora.

Para atingir a meta de 10% na produção brasileira de automóveis até 2010, a Toyota está com planos de produzir novos modelos do Corolla, além de uma perua esportiva tipo station wagon e carros compactos.

Fundada em 1937, a Toyota Motor Corporation é a maior montadora do Japão e a terceira maior do mundo, atrás apenas da GM e Ford. Com 15 fábricas no Japão e mais de 40 em outros países, emprega 215 mil funcionários. Em 2001, produziu 5,8 milhões de veículos.