Saúde: Vale do Paraíba tem mutirão para zerar fila dos exames de paternidade por DNA

Ação é parceria entre secretarias de estado da Saúde e da Justiça

qui, 19/05/2005 - 8h21 | Do Portal do Governo

As Secretarias de Estado da Saúde e da Justiça realizam neste sábado e domingo, 21 e 22 de maio, das 8 às 18 horas , em Taubaté, um mutirão para zerar a demanda por exames de paternidade por DNA na região do Vale do Paraíba e litoral norte. A estimativa é realizar testes em 1.160 famílias nos dois dias, mas é preciso que as famílias compareçam. Todas já foram convocadas por meio de uma intimação judicial.

A coleta acontecerá no Ambulatório Regional de Especialidades (ARE) da Direção Regional de Saúde de Taubaté (DIR) e contará com a participação de 20 profissionais de enfermagem da DIR. Em até cinco meses hospitais de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos e São José do Rio Preto também realizarão a coleta de sangue para identificação de paternidade por meio de testes de DNA. A primeira cidade a receber o projeto foi Campinas. A segunda, Sorocaba.

‘A idéia é fazer mutirões para acabar ou diminuir bem a fila nestas regiões, para que a seguir a coleta entre em um ritmo normal, sem grande espera’, afirma Antônio Carlos Nasi, coordenador do projeto na Secretaria de Estado da Saúde.

Com esta medida a expectativa é beneficiar famílias carentes que procuram pelo atendimento da Procuradoria de Assistência Judiciária e não têm recursos para custear os exames de teste de paternidade em clínicas particulares (o custo médio é de R$ 1.000). Os pedidos de exame são encaminhados ao Imesc pela Procuradoria. Antes do convênio, todos os solicitantes de exames de paternidade tinham de se deslocar até a sede do Instituto, situada na capital.

Tecnologia

O sangue será coletado com uma técnica mais prática. A amostra será colhida em um cartão, que vai guardar a gota de sangue retirada a partir de um furo no dedo do usuário. A nova tecnologia aplicada no laboratório do Imesc também permitirá o aumento da capacidade de emissão de laudos. Hoje são expedidos, em média, 1.200 laudos por mês. A meta é, até o final do ano, fornecer 6.000 laudos por mês, acabando com a demanda reprimida e reduzindo o tempo de espera para dois meses.

O ARE fica na rua Alcaide Mor Camargo, 100 – Jardim Russi – Taubaté – telefone (12) 3622.2191

Da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Saúde

C.C.