Saúde: CDHU faz parceria para atendimento oftalmológico na periferia da Capital

Iniciativa é resultado da parceria entre a companhia e a Fundação Eye Care

sex, 02/08/2002 - 12h57 | Do Portal do Governo

Cerca de 1.500 crianças e adolescentes da periferia de São Paulo (entre 3 e 17 anos) terão atendimento oftalmológico gratuito. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e a Fundação Eye Care, com o objetivo de prevenir e tratar enfermidades relacionadas à visão entre a população de baixa renda.

O primeiro resultado concreto foi registrado na última terça-feira, dia 30, quando a fundação realizou um treinamento na companhia, direcionado a professores e monitores das entidades. Eles aprenderam a realizar um teste básico de acuidade visual que será aplicado em crianças e jovens como uma triagem para checar a necessidade de encaminhamento a clínica. Em um primeiro momento, estão envolvidos neste projeto 12 creches e centros de juventude geridos por associações comunitárias de conjuntos habitacionais que fazem parte da Rede de Compromisso Social, promovida pela CDHU.

Caso seja constatada dificuldade em enxergar, o paciente será atendido por um oftalmologista e passará por todos os exames necessários. Havendo necessidade do uso, os óculos serão doados ao paciente. Até mesmo os casos que apresentem necessidade de intervenção cirúrgica estão contemplados e o paciente terá toda a assistência até total recuperação.

Segundo a fundação, 20% das crianças em idade escolar sofrem de algum problema oftalmológico. Existem no Brasil cerca de 9 milhões de crianças com alguma patologia relacionada à visão. No entanto menos de 5% da população infantil já tiveram seus olhos examinados antes da idade escolar, quando existe a possibilidade de surgirem doenças que, se não tratadas, podem levar à cegueira.

Durante o próximo mês, as entidades aplicarão o teste de acuidade visual e, posteriormente, serão marcadas consultas na clínica, aos sábados, para grupos de 100 a 150 pacientes, entre aqueles que necessitarem ser examinados por um especialista. Todo este processo será acompanhado e monitorado pela Gerência de Ação Institucional da CDHU.

Da Assessoria de Imprensa da CDHU