Presidente da Imprensa Oficial do Estado será homenageado por Fernando Henrique Cardoso

Sérgio Kobayashi receberá, nesta terça-feira, dia 17, em Brasília, a Comenda Nacional do Mérito Cultural

ter, 17/12/2002 - 9h24 | Do Portal do Governo

O trabalho do jornalista Sérgio Kobayashi em favor do livro e do hábito da leitura conquistou diversos prêmios nacionais e internacionais. Agora, recebe um reconhecimento especial.

Nesta terça-feira, dia 17 de dezembro, às 15 horas, Kobayashi será agraciado pelo presidente da República Fernando Henrique Cardoso com a Comenda Nacional do Mérito Cultural, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Kobayashi, que ocupa a presidência da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo desde 1995, será homenageado por várias razões, entre elas, o esforço constante na busca da qualidade do livro público, tanto do ponto de vista editorial quanto gráfico.

Sua determinação elevou o status do livro público, que hoje disputa espaço com as melhores publicações do setor privado nas prateleiras de bibliotecas e livrarias.

Kobayashi também foi o responsável por uma prática há muito almejada: a união da qualidade editorial das universidades públicas com a Imprensa Oficial, ou seja, a gráfica pública. Exemplo que já começa a ser seguido por outros estados brasileiros, num sinal de que a conquista veio para ficar.

Ao decidir levar feiras de livros para cidades do interior paulista, Kobayashi deixou claro que a disseminação do hábito da leitura em pequenos e médios centros também passa pela Imprensa Oficial.

A Comenda

A insígnia Ordem do Mérito Cultural visa estimular a cultura brasileira. É proposta por uma comissão do Ministério da Cultura, que envia anualmente sugestões ao presidente da República. Este ano, Fernando Henrique Cardoso decretou a outorga a 23 personalidades brasileiras que se destacaram nas áreas artística e cultural.

A comenda foi instituída em 1170 por Dom Afonso VIII, em Portugal. Veio ao Brasil com Dom João VI e durou até o fim do Império. Em 1995 foi restabelecida no Brasil. Sua congênere ainda é atuante em Portugal.

Verdadeira revolução

Nos oito anos que esteve à frente da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Kobayashi promoveu uma verdadeira ‘revolução’ na empresa. De mera editora do Diário Oficial, transformou-se numa instituição de ponta.

Atualmente, além de gráfica é provedora de informações do Governo do Estado de São Paulo e editora de livros em parceria com as mais importantes editoras de universidades públicas do País, uma associação que vem conquistando reconhecimento na área editorial.

Kobayashi também se destacou como divulgador cultural. Foi o principal realizador do Circuito Paulista do Livro, que junto com a Câmara Brasileira do Livro, Associação Nacional de Livrarias e municípios, promoveu seis grandes feiras de livros no Interior de São Paulo.

Iniciado em setembro do ano passado, no município de Ribeirão Preto, o Circuito Paulista do Livro já atraiu mais de 800 mil participantes aos eventos que levaram escritores, eventos culturais e shows musicais ao Interior.

A Imprensa Oficial destina R$ 2 milhões para a montagem de feiras voltadas a escolas públicas para que possam adquirir publicações, reforçando o acervo das bibliotecas. A iniciativa estimula o contato do estudante com o livro.

Atualmente, a Imprensa Oficial investe cerca de 8% da receita em ações culturais, como as feiras de livros e co-edições, entre outros atos voltados à disseminação da Cultura.

Cíntia Cury