Parceria permite ampliação de acesso do Parque Villa-Lobos aos portadores de necessidades especiais

Alckmin anunciou os novos serviços e áreas de lazer que serão implantados

dom, 29/08/2004 - 14h34 | Do Portal do Governo


Revitalizar os parques estaduais, garantindo o acesso às pessoas portadores de necessidades especiais. Com este objetivo, o Governo do Estado dá mais um passo na instalação de equipamentos no Parque Villa-Lobos, em parceria com a Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), que desde março deste ano realizam um trabalho em conjunto no local.

O governador Geraldo Alckmin entregou na manhã deste domingo, dia 28, a primeira fase das obras do parque. ‘Essa primeira etapa ficou muito bonita. O parque infantil foi totalmente recuperado, os sanitários reformados, ciclovia e os caminhos do parque foram praticamente nivelados para facilitar o acesso das pessoas portadoras de necessidades especiais com rampa trilhas e mapas táteis, além de telefone para surdos’, disse Alckmin.

O governador anunciou que até o final do ano que vem o Parque Villa-Lobos estará totalmente revitalizado. ‘Não vamos fazer prédios. O que a cidade precisa é de grama, de bosque e de oxigênio. Agora vamos terminar todo o Parque Villa-Lobos, que vai até a Marginal dos Pinheiros, com locais para caminhada, bosques, bancos, toda a sensibilidade aos portadores de necessidades especiais e ciclovia. A cidade vai ganhar talvez uma das maiores áreas verdes de São Paulo’. informou. A obra vai ser realizada em parceria com a Comgás, e custará R$ 7 milhões, sendo R$ 3,5 milhões do Governo paulista, através da Secretaria do Meio Ambiente, e a outra metade da Comgás.

Prioridade aos portadores de necessidades especiais

Conforme dados do Censo 2000, 14,48% da população brasileira apresenta alguma deficiência física, sensorial ou mental, o que na Região Metropolitana da Grande São Paulo significa mais de um milhão de pessoas. O aumento da expectativa de vida nas últimas décadas indica que este percentual tende a crescer em todas as faixas sociais. A carência de áreas verdes e de lazer em geral, que sejam adaptadas à acessibilidade de pessoas com deficiências, impõe à essa população e as suas famílias, o isolamento e a sensível redução da qualidade de vida. Assegurar o acesso no Parque Villa-Lobos contribui para a redução desse problema e a melhor inclusão dessas pessoas e seus familiares.

Parceria

Em março deste ano, a Comgás assinou parceria com o Governo do Estado de São Paulo para apoiar as obras de revitalização do Parque Villa-Lobos, pelo qual patrocinou a manutenção das áreas verdes, reformas para garantir o acesso das pessoas com deficiências, bem como para melhorar as demais instalações em benefício de todos os usuários do Parque Villa-Lobos. ‘Uma das prioridades do Governo de São Paulo é revitalizar muitas áreas verdes do Estado. Nós temos tido a oportunidade de fazer várias parcerias com a iniciativa privada, como essa com a Comgás, e que eu espero que propague pelas inúmeras outras unidades de conservação e parques que o Estado de São Paulo possui’, disse o secretário do Meio Ambiente, José Goldemberg. Ele lembrou que em Campinas já foi entregue para a população o Parque Ecológico, que também contou o apoio da iniciativa privada.

Na primeira fase foram realizados os seguintes serviços:

*Bebedouros – em pisos nivelados e interligados à circulação para permitir o uso por pessoas em cadeiras de rodas, com torneiras de baixo consumo, inclusive nos bebedouros especiais para cachorros, pois no parque Villa-Lobos é permitida a circulação de cães, desde que conduzidos com guia e coleira.

*Coleta seletiva de resíduos recicláveis e adequação da gestão de resíduos – incluindo planejamento das atividades, coletores e campanhas educativas.

*Estacionamentos – adequação dos estacionamentos da Av. Fonseca Rodrigues às normas de acessibilidade com a construção de rampas, demarcação de vagas e de faixas de travessia de pedestres.

*Manutenção de áreas verdes

*Parques infantis – execução de obras de infra-estrutura para drenagem, instalação de novos brinquedos e reforma dos existentes.

*Pisos – reparo dos caminhos de pedestres e construção de rampas de acesso às edificações.

*Quadras de street basket – reforma e instalação de novos alambrados.

*Sanitários – reforma e adequação interna de quatro conjuntos de banheiros, inclusive para atender as necessidades de acessibilidade para pessoas com deficiências.

*Sinalização externa e interna – projeto e implantação de sinalização adequada inclusive às necessidades dos deficientes visuais com a instalação de sinalização tátil, com orientação da Fundação Dorina Nowill.

*Tratamento anti-cupins em edificações e árvores com monitoramento.

Localização

Situado entre a marginal Pinheiros e a avenida Prof. Fonseca Rodrigues, próximo a USP e a Ceagesp, o Parque Villa-Lobos abrange 734.500 m². Disponibilizado à população em 1991, com parte de sua infra-estrutura apresenta 430 mil m² abertos ao público. A parte implantada contempla uma área arborizada com cerca de 140 mil m², com predominância de espécies de árvores nativas da Mata Atlântica Gramados e jardins perfazem cerca de 160 mil m². Edificações e equipamentos são resumidamente arrolados adiante.

O público freqüentador é de aproximadamente três mil pessoas/dia, entre segunda e sexta-feira. Vinte mil aos sábados e 30 mil aos domingos e feriados, segundo dados da Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer.

O Parque dispõe de anfiteatro aberto com capacidade para 450 pessoas; 1 campo de futebol gramado com dimensões oficiais; 1 campo de futebol de areia; 3 campos de futebol de terra; 2 quadras de vôlei de areia;2 quadras poliesportivas; 1 quadra de basquete; 1 quadra de futsal; 7 quadras de tênis; 4 tabelas de street basketball; diversos aparelhos para ginástica; 3.000 m de pista para caminhada ou cooper; 1.650 m de ciclovia em pavimento asfáltico; 2 playgrounds; 29 quiosques; bebedouro; 1 lanchonete com sanitários; 4 conjuntos de sanitários; 14 telefones públicos, dentre estes um aparelho para deficientes auditivos; 123 bancos; 170 lixeiras, 750 vagas para estacionamento de veículos (das quais 8 são para pessoas portadoras de deficiência) e 11 vagas para ônibus.

Concerto com maestro Diogo Pacheco

Presenteando a população, que conhecerá os trabalhos da primeira fase da revitalização do Parque Villa-Lobos, e para comemorar a parceria entre o Estado e a Comgás, foi organizado um concerto, com o renomado maestro Diogo Pacheco e orquestra. Entre as composições que foram executadas destaque para as Bachianas nº4 e nº 5, do compositor Heitor Villa-Lobos. O evento contou com a participação do consagrado violonista Turíbio dos Santos, e da soprano Elayne Caser.

Valéria Cintra/Macedo Júnior