Municípios de Borborema e Itápolis recebem 245 moradias do Estado

Em Borborema foram sorteadas 95 casas, e Itápolis 150. O governador Alckmin realizou o sorteio neste sábado

sáb, 13/11/2004 - 21h16 | Do Portal do Governo


O governador Geraldo Alckmin deu início na noite deste sábado, dia 13, ao sorteio de 245 casas da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), na região de Araraquara. Os municípios beneficiados são Borborema, com 95 casas, e Itápolis, com 150 moradias. O investimento total nas construções está estimado em R$ 2,3 milhões.

O secretário da Habitação e presidente da CDHU, Mauro Bragatto, lembrou que a menor prestação para quem ganha um salário mínimo é de R$ 39. E destacou, que esse é um programa para quem não tem casa própria. ‘Por isso todos os sorteados apresentam documentação e se for constatado que a pessoa já possui imóvel, ela não pode assinar o contrato e a moradia passa para o suplente quem também está sendo escolhido hoje’, explicou.

Para o sorteio feito em Borborema, cerca de 98% das famílias inscritas têm rendimentos mensais entre um e três salários mínimos. Os imóveis, orçados em R$ 822,2 mil, serão erguidos no Jardim Maria Lopes Biazoto, por meio do programa Autoconstrução (Habiteto). No total, o conjunto terá 143 casas, sendo que 48 delas estão reservadas para famílias que moram em área de risco na cidade e que não vão participar do sorteio. O investimento na construção das 48 unidades será de R$ 415,4 mil.

Antonieta Lopes, de 71 anos, mora com o filho e a nora e tem um renda familiar de R$ 400 e paga aluguel de R$ 170. ‘Agora vou sair do aluguel e realizar o sonho da casa própria’, comentou.

O prefeito de Borborema, José Carlos Biassotto destacou que o Governo do Estado tem sido um grande parceiro do município e com recursos liberados foi possível asfaltar ruas, construir a lagoa de tratamento de esgoto, adquirir uma pá carregadeira, instalar o Banco do Povo, o Posto do Programa de Amparo ao Trabalhador e hoje sortear as casas.

Em Itápolis, foi realizado o sorteio de 150 casas também pelo programa Autoconstrução (Habiteto). As casas serão erguidas no Jardim do Sol, próximo à SP-331, que interliga as cidades de Itápolis e Tabatinga. Quase 100% das famílias inscritas têm rendimentos entre um e três salários mínimos. As unidades serão construídas com recursos da ordem de R$ 1,5 milhão. Elas vão se somar a outras 200 casas sorteadas anteriormente, das quais 50 já estão prontas e outras 150 em construção.

Do total de moradias sorteadas nos dois municípios, 7% são destinadas aos portadores de deficiência, 5% aos idosos e 4% para policiais. Os imóveis sorteados têm 43,18 m2 de área construída, dois dormitórios (podendo ser ampliado para quatro), sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

O governador Alckmin disse que é uma parceria, onde a prefeitura entra com o terreno, o Estado com a cesta de material de construção e o pagamento dos especialistas como encanadores, eletricistas e mestre de obras e as famílias constroem as casas. Lembrou que os programas habitacionais da CDHU estão ajudando a reduzir o déficit habitacional no Estado e que a escritura das casas vai em nome da mulher.

Destacou ainda que tanto em Borborema como em Itápolis, o valor médio do aluguel é de R$ 150 e que agora as famílias poderão sair dos aluguéis. ‘Esse é ó único programa que atende que ganha de um a três salários mínimos e permite que o idoso tenha sua casa própria.

Ainda em Itápolis, ele anunciou que o município vai ganhar no dia 17 de dezembro uma escola no Jardim Estoril, construída em parceria com a prefeitura e ainda em dezembro a cidade receberá um posto do Corpo de Bombeiros e equipamentos para o hospital municipal.

Investimentos Locais

De 1995 a 2002, a cidade de Borborema foi contemplada com 59 moradias, e de 2003 até o momento, com mais 16 unidades. O município de Itápolis, de 1995 a 2002, foi beneficiado com 182 casas e, de 2003 até hoje, com outras 48. Na região Central, de 2003 até agora, foram viabilizadas 1.577 unidades, resultado de um investimento de R$ 26,7 milhões. Destas, 837 foram entregues e 740 estão em construção.

Cíntia Cury / Carlos Prado