Governo autoriza construção de 1.920 moradias em Sorocaba

Investimento previsto é de R$ 52 milhões e as obras serão iniciadas em novembro

qua, 17/04/2002 - 14h05 | Do Portal do Governo

A cidade de Sorocaba vai contar com mais 1.920 moradias populares construídas pelo Governo do Estado. O governador Geraldo Alckmin autorizou a construção de 1.280 casas e 640 apartamentos no município, com investimentos de R$ 52 milhões. O edital para a licitação das obras foi publicado nesta quarta-feira, dia 17, no Diário Oficial do Estado.

A construção será realizada pelo sistema de Empreitada Integral, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), e as obras devem ser iniciadas no mês de novembro. Por essa modalidade, as moradias são entregues no período de um ano e com mais agilidade, uma vez que a empresa vencedora da licitação será responsável por todo o andamento e processos da obra.

Para a definição do custo referência de produção são utilizadas as bases de dados da CDHU, além dos dados de valores de mercado de terrenos potenciais, obtidos por meio de uma pesquisa de mercado. As áreas de abrangência são a Região Metropolitana de São Paulo, com meta produção de 30 mil unidades e Interior, com meta de 15 mil unidades, a serem implantadas em municípios com população superior a 150 mil habitantes.

O escritório regional da CDHU em Sorocaba, que atende 36 municípios, investiu R$ 59,4 milhões de janeiro de 1999 até hoje. Neste período, foram entregues 1.668 moradias e 2.799 estão em construção. Existem, ainda, 58 unidades concluídas e 937 em programação. O valor do investimento programado é de R$ 6,8 milhões.

De janeiro de 1995 até dezembro de 1998 foram entregues 7.264 moradias, que representaram um investimento de R$ 80,8 milhões. Somente no município de Sorocaba, a CDHU entregou 1.499 moradias de 1995 a 2002, distribuídas em cinco conjuntos habitacionais. Em todo o Estado, no mesmo período, foram entregues 150 mil moradias, dentro do maior programa habitacional em curso no País.