Fórum São Paulo: Governo Presente discute desenvolvimento e prioridades

Objetivo é promover o desenvolvimento do Estado com uma série de encontros diretos

qua, 28/04/2004 - 16h05 | Do Portal do Governo

O Fórum São Paulo: Governo Presente chega à região de Barretos nesta sexta-feira, dia 30 de abril, a partir das 8h30. O objetivo do Governo do Estado é construir uma relação direta e estratégica com as comunidades dos 19 municípios que compõem a região, prestar contas das ações empreendidas, identificar demandas e orientar os investimentos do Governo e do setor privado.

O Fórum da Região de Barretos vai reunir o governador Geraldo Alckmin, todo o seu secretariado e os principais membros do Executivo no Grêmio Literário Recreativo de Barretos, Av. 19, nº 976 – para avaliar, discutir e definir ações prioritárias.

Esta é a 13ª Região Administrativa do Estado a sediar o Fórum São Paulo: Governo Presente. As reuniões já foram realizadas nos municípios sede de Presidente Prudente, São José dos Campos, Registro, Araçatuba, Bauru, Ribeirão Preto, Sorocaba, São José do Rio Preto, Campinas, Franca, Santos e Araraquara. No total estão planejadas 20 reuniões regionais, das quais, quatro na Região Metropolitana de São Paulo.

Quatro pilares

Os fundamentos da nova gestão Geraldo Alckmin – Governo Empreendedor, Governo Educador, Governo Solidário e Prestador de Serviços de Qualidade – serão os temas dos painéis programados. Representantes do Governo apresentarão os resultados já alcançados em cada setor e ouvem demandas e necessidades. As lideranças serão ouvidas individualmente, em salas de atendimento.

Programação

O fórum será aberto às 9 horas pelo secretário João Carlos de Souza Meirelles, da Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, e coordenador do evento. Na seqüência, às 9h10, haverá a apresentação do primeiro painel, com o tema ‘Governo Solidário e Governo Prestador de Serviços de Qualidade’. O segundo painel, às 10h05, apresenta o tema ‘Governo Empreendedor e Governo Educador’.

Os secretários de Estado ficam à disposição para audiências, das 11 horas às 12h30 e das 13h30 às 14h50. Alckmin encerra o Fórum às 15 horas. A coletiva de imprensa será realizada às 17h30.

No sábado, dia 1º, Alckmin inaugura e vistoria uma série de obras do Governo do Estado na região de Barretos (a programação será enviada pela Assessoria de Imprensa posteriormente).

Características regionais

A Região Administrativa – RA de Barretos situa-se no norte do Estado de São Paulo e ocupa 8.298 km², que representam 3,35% do total do território estadual. Compõe-se de 19 municípios, localizados em uma só Região de Governo, a de Barretos: Altair, Barretos, Bebedouro, Cajobi, Colina, Colômbia, Embaúba, Guaíra, Guaraci, Jaborandi, Monte Azul Paulista, Olímpia, Pirangi, Severínia, Taiaçu, Taiúva, Terra Roxa, Viradouro e Vista Alegre do Alto.

No sentido vertical, a região é cortada pela Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), que, ao norte, leva ao Estado de Minas Gerais, e, ao sul, a Matão e à Rodovia Washington Luiz (SP-310). Transversais a ela encontram-se a SP-425, que liga a região aos municípios de São José do Rio Preto, a oeste, e Miguelópolis, a leste; a SP-373, que interliga Severínia, Colina e Jaborandi, e estas à RA de Franca e às Rodovias Anhangüera e Cândido Portinari; e a SP-351, que conecta Viradouro e Bebedouro a Catanduva e à SP-310, a oeste, e às Rodovias Anhangüera e Cândido Portinari, a leste.

Outras importantes rodovias da região são a Rodovia Armando Salles de Oliveira (SP-322), que interliga as cidades de Bebedouro, Monte Azul Paulista, Severínia, Olímpia, Guaraci e Altair, e estas, ao norte da RA de São José do Rio Preto, no sentido oeste, e ao município de Ribeirão Preto, no sentido leste; e a SP-345, que liga o município de Barretos ao município de Franca e à Rodovia Anhangüera.

A infra-estrutura viária conta, ainda, com a rede ferroviária, operada pela Ferroban, e o aeroporto de Barretos, equipado para operar com aviões de grande porte.

A economia da RA de Barretos apresenta agricultura, fortemente encadeada com a produção agroindustrial. Seus produtos mais importantes são a cana-de-açúcar e a laranja, ao lado da pecuária bovina. A indústria regional tem como principal ramo o de produção de alimentos e bebidas.