Defesa do consumidor: Procon-SP constata queda no valor da cesta básica

Confiura as variações registradas na última pesquisa

qui, 02/05/2002 - 11h22 | Do Portal do Governo

No mês de abril de 2002, o valor da Cesta Básica do paulistano teve queda de 1,25%, conforme revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, em convênio com o Dieese. O preço médio que no dia 28/03/2002 era R$ 156,25 passou para R$ 154,30 em 30/04/2002.

Por grupo foram constatadas as seguintes variações:
– Alimentação: -1,57%,
– Limpeza: -1,95% e
– Higiene Pessoal: 1,96%.

A variação acumulada no ano é de –2,47% (base 28/12/2001), e nos últimos 12 meses, de 6,27% (base 30/04/2001).

No período de 1O a 30/04/2002, os produtos que mais subiram foram:

– Batata (kg): 23,81%
– Alho (kg): 14,89%
– Papel Higiênico Fino Br. (pac. 4 unid.): 5,88%
– Queijo Muzzarela Fatiado (kg): 5,47%
– Feijão Carioquinha (pac. 1 kg): 5,00%

As maiores quedas foram:

– Ovos Brancos (Dz): 14,02%
– Lingüiça Fresca (kg): 7,22%
– Frango Resfriado Inteiro (kg): 6,17%
– Sabão em Pó (pac. 1 kg): 5,77%
– Óleo de Soja (900 ml): 5,51%

Dos 31 produtos pesquisados, na variação mensal, 15 apresentaram altas, 15 diminuíram de preço e 1 permaneceu estável. Os produtos que mais pressionaram a queda no período, considerando os respectivos pesos na cesta, foram nesta ordem: ovos brancos (Dz): -0,44%; carne de primeira (kg): -0,44%; arroz – tipo 2 (pac. 5 kg): -0,40%; sabão em pó (pac. 1 kg): -0,38% e frango resfriado inteiro (kg): -0,32%.

A pesquisa completa está disponível para consulta nos postos de atendimento do Procon-SP instalados dentro das unidades do Poupatempo.