Cesta básica: Fundação Procon constata variação de 3,01 % em outubro

nd

qui, 01/11/2001 - 11h24 | Do Portal do Governo

No mês de outubro, o valor da cesta básica do paulistano teve alta de 3,01%, revela pesquisa diária do Procon, Fundação da Secretaria da Justiça do Governo do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese.

O preço médio, que no dia 28 de setembro era R$ 150,42, passou para R$ 154,95 em 31 de outubro. Por grupo foram constatadas as seguintes variações: Alimentação, 3,79%, Limpeza, 0,40% e Hig. Pessoal, -0,28%. A variação acumulada no ano é de 9,56% (base 29/12/2000), e nos últimos 12 meses, de 10,28% (base 31/10/2000).

No período de 01 a 31/10/2001, os produtos que mais subiram foram:
– Arroz – Tipo 2 (pac. 5 Kg):13,85%
– Carne de 1ª (Kg):12,04%
– Cebola (Kg): 8,18%
– Carne de 2ª s/ Osso (Kg):7,41%
– Detergente Líquido (emb. 500 ml): 4,88%

As maiores quedas foram:
– Batata (Kg): -16,81%
– Óleo de Soja (900 ml):-3,65%
– Margarina (pote 250 g): -3,33%
– Absorvente Aderente (pac. 10 unid.): – 2,80%
– Alho (Kg): -2,80%

Neste mês os supermercados que tinham os melhores preços da cesta básica por região foram:

Centro – Barateiro-Rua das Palmeiras 187. Sta. Cecília
Norte – Andorinha-Av. Parada Pinto, 2262. Vila Amália
Leste – Estrela Azul-Pça. Porto Ferreira, 48A. V. Guilhermina
Sul-Barateiro-R. Ibirarema, 100. B. Saúde
Oeste– Extra- R. Samuel Klabin, s/nº. Alto da Lapa

Dos 31 produtos pesquisados, na variação mensal, 15 apresentaram altas, 10 diminuíram de preço e 6 permaneceram estáveis. Os produtos que mais pressionaram a alta no período, considerando os respectivos pesos na cesta, foram nesta ordem: carne de primeira (Kg): 1,30%; arroz – tipo 2 (pac. 5 Kg): 1,26%; carne de segunda s/ osso (Kg): 0,74%; frango resfriado inteiro (Kg): 0,13% e macarrão com ovos (pacote 500 g): 0,11%.