Alckmin participa do encerramento do 17º Congresso Internacional de Hospedagem, Gastronomia e Turism

Durante o encontro, ele lembrou de alguns incentivos do Governo paulista para o setor

qui, 17/06/2004 - 15h18 | Do Portal do Governo


O governador Geraldo Alckmin participou, nesta quinta-feira, dia 17, no Pátio do Colégio, Centro da Capital paulista, do encerramento do 17º Congresso Internacional de Hospedagem, Gastronomia e Turismo – CIHAT. O evento, que teve início dia 14 de junho, foi promovido pela Associação Brasileira de Entidades de Hospedagem, Alimentação, com o apoio da Confederação Nacional do Turismo (CNTur) e do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo.

Durante a realização da Conferência foram debatidos assuntos como turismo mundial,brasileiro e sul-americano, desenvolvimento tecnológico, mão-de-obra e novos investimentos.

“Vivemos em mundo onde o grande desafio é gerar emprego e renda. O setor de serviços é aquele que vai colaborar para abrir postos de trabalho. Esse encontro é importante para o Brasil e para São Paulo”, destacou o governador.

Alckmin lembrou de alguns incentivos do Governo paulista para o setor, como a redução do ICMS de 7,6% para 3,5% para hotéis, bares, restaurantes e similares, duplicação de rodovias, portos, das 36 escolas técnicas voltada ao Turismo, do Campus da Unesp, em Rosana, e da nova faculdade de turismo na Zona Leste de São Paulo, que será inaugurada em março de 2005.

Sobre Meio Ambiente, ele informou que dentro de 30 dias deverá ser aprovado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) um financiamento de US$ 30 milhões para o Ecoturismo. “Nós temos 102 parques estaduais no Estado de São Paulo e 65% da Mata Atlântica preservada no Brasil está no Estado de São Paulo, ou seja, o que sobrou da Mata está aqui e preservada. Nós perdemos 1 milhão de cobertura vegetal a cada dez anos e, de 1992 a 2002, o Estado de São Paulo ganhou pela primeira vez 68 mil hectares de cobertura vegetal”, destacou.

Estiveram presentes Nelson Abreu Filho, presidente da Abresi e da CNTur, entidades civis e de segmentos de trabalhadores do setor de hospedagem, alimentação e agências de viagens.

Macedo Júnior