Alckmin entrega nova unidade da Febem no Interior

Núcleo construído em Marília vai abrigar 72 internos e terá atividades socioeducativas e esportivas

qua, 05/09/2001 - 14h52 | Do Portal do Governo


Núcleo construído em Marília vai abrigar 72 internos e terá atividades socioeducativas e esportivas

O governador Geraldo Alckmin entregou na manhã desta quarta-feira, dia 5, em Marília, a primeira de uma série de 18 novas unidades da Febem no Interior do Estado. O núcleo tem capacidade para abrigar 72 menores, sendo 24 vagas para internação provisória.

A unidade vai oferecer educação fundamental e ensino médio a todos internos. Eles também vão contar com oficinas profissionalizantes, como de informática, revelação de fotografia, culinária e tapeçaria. O investimento do Governo do Estado foi de R$ 1,9 milhão. Outras oito unidades do gênero serão entregues ainda neste ano.

Alckmin afirmou que este é o melhor modelo para reintegrar os menores ao convívio com a sociedade. “Saímos de uma megaunidade, que chegou a abrigar até 2.200 menores, como era o caso da Febem Imigrantes”. Antes, lembrou o governador, um menor cometia uma infração no Pontal do Paranapanema e era levado para a Capital.

Com o novo sistema, as unidades vão receber menores das próprias regiões onde estão instaladas e seguir uma agenda educativa para a recuperação dos adolescentes infratores. O governador informou que a construção da nova unidade gerou 80 empregos diretos e 200 indiretos.

Para o prefeito de Marília, Abelardo Camarinha (PSDB), é muito justo que os menores sejam cuidados em sua própria região. Ele elogiou o programa de descentralização da Febem, revelando “eu mesmo liguei para o governador e disse que Marília iria assumir seus menores. Com a ajuda da igreja e do programa educativo da Febem, vamos recuperar esses jovens e torná-los cidadãos”.

Patrulha Rodoviária Agrícola

O governador também entregou uma Patrulha Rodoviária Agrícola, que faz parte do Programa Pró-Estrada. São quatro equipamentos (um trator de esteira, uma motoniveladora, uma pá-carregadeira e uma retro-escavadeira) para a recuperação e conservação das estradas que escoam a produção agropecuária dos municípios, totalizando investimentos de R$ 500 mil.

Além de Marília, as máquinas vão beneficiar as cidades de Oriente, Vera Cruz, Lupércio, Ocauçu e Echaporã, que juntas formaram o 24º consórcio desse programa no Estado.

O secretário da Agricultura e Abastecimento, João Carlos Meirelles, disse que no passado a agricultura do Estado só se preocupava com o plantio e esquecia de todo processo até o produto chegar ao consumidor final, inclusive a forma de escoamento da produção.

Ele lembrou que Marília é um pólo agro-industrial muito importante porque trabalha com derivados do açúcar. “A intenção do Governo é fomentar ainda mais o agronegócio para impulsionar o desenvolvimento do Interior, gerando emprego e renda, e, com isso, fixando as famílias nas suas regiões de origem”.

O governador Alckmin lembrou das demais ações do Programa Pró-Estrada, entre elas a instalação de pontes metálicas, que vêm substituindo pontes velhas e obstruídas nas áreas rurais.

Melhorias no Aeroporto

Ainda em Marília, o governador entregou obras de melhoria no aeroporto local. A pista foi ampliada de 1.500 m x 35 m para 1.700 m x 35 m, o que permitirá a operação de aeronaves tipo F-100.

O Estado investiu R$ 336,8 mil, enquanto que a União participou com R$ 632,2 mil, por meio do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA). Na construção do alambrado foram instalados 2.850 metros de cerca para fechamento patrimonial e 580 metros para fechamento operacional. O custo ficou em R$ 150 mil.

Também foi implantado o farol rotativo, com investimento de R$ 52,7 mil, e construída a Seção Contra Incêndio para alojar o Corpo de Bombeiros. Os recursos foram de R$ 131 mil, provenientes do Tesouro do Estado.

Alckmin também entregou duas toneladas de remédios do Programa Dose Certa ao município e repassou uma unidade de resgate para o Corpo de Bombeiros, cujo custo foi de R$ 94 mil. “Esta unidade vai ajudar a desenvolver ainda mais o trabalho dos bombeiros, já reconhecido pela população como uma das melhores instituições do País”.

Mais 350 moradias e salas de aula

O governador também anunciou que o Governo do Estado vai construir mais 350 moradias populares em Marília. As novas unidades habitacionais da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) serão erguidas em terreno cedido pela prefeitura municipal. O investimento é de R$ 6,3 milhões.

As moradias vão beneficiar cerca de 1,8 mil pessoas. Alckmin autorizou também a construção de uma escola no bairro Jardim Amália com 10 salas de aula e que vai atender cerca de 1,2 mil alunos.

Ainda na área educacional, o governador autorizou a liberação de recursos para a reforma de oito escolas estaduais no município e a instalação de uma escola profissionalizante em um antigo estabelecimento de ensino, fechado há alguns anos.