Lançamento da Campanha do Mutirão Trato na Escola

Discurso foi proferido nesta quarta-feira, 16, na Capital

qua, 16/01/2008 - 19h47 | Do Portal do Governo

O Governo do Estado quer a participação da população de São Paulo nas escolas. Para isso, lançou nesta quarta-feira, 16, o projeto Trato na Escola. O pontapé inicial foi dado na escola Rui Bloem, na capital, com a presença do governador José Serra. Na ocasião, ele fez o seguinte pronunciamento.

Bem, muito brevemente, vim aqui para dar força a este programa da Secretaria da Educação que é de mutirão para a recuperação física das escolas. Isso não exclui as reformas mais profundas – telhados, água, esgoto, piso – que são obras grandes. A elas, só em 2007, nós dedicamos mais de 500 milhões de reais, e agora, no final do ano, já são 65 milhões.

Mas são as questões menores da escola como pintura, como arrumar o ambiente da escola. Para isso nós estamos destinando 35 milhões de reais, cerca de sete mil reais por escola. São 5.300 prédios. Isso dá uma idéia da dificuldade de manter toda essa rede.

Estamos fazendo isso de maneira descentralizada com as escolas, com a direção das escolas – no caso, essa nossa excelente diretora, que é a Maria Cleusa – e com as APMs. Aqui tem a presidente da APM? Você? Você é mãe de aluno? Duas vezes aluna e você dirige a APM. Opa.

Isto é uma maneira descentralizada que simplifica, agiliza bastante, dá muita flexibilidade ao trabalho. E também vai contar com a ação direta de pais de alunos, alunos, professoras, na ação direta da própria execução das reformas.

É uma iniciativa muito positiva que vem se somar ao conjunto de ações que a Secretaria da Educação – com a Maria Helena à frente – vem fazendo no Estado. Algo que vai levar, sem a menor dúvida, a uma grande melhora da qualidade de ensino em São Paulo.

Isto vai ser, aliás, apresentado nas próximas semanas: o balanço das ações já do primeiro ano, daquilo que foi feito, e o que falta ser realizado ainda pela frente.

Eu tenho certeza de que isso vai melhorar a qualidade do nosso ensino. Porque, em última análise, é isso que a gente quer. Não adianta nada também reforçar, reformar, embelezar, melhorar todas as condições materiais que cercam a presença da criança na escola, se nós não melhoramos o aprendizado – que é a função número um da escola. Eu estou convencido de que vamos avançar bastante em São Paulo, na atual gestão.     

Muito obrigado.

Queria agradecer aqui também a presença do subprefeito Fábio Lepique, aqui da Vila Mariana; do deputado Said Mourad, que é aqui da região; de todos e de todas.

Muito obrigado.