Alckmin discursa ao entregar duas novas faixas da Imigrantes

São Bernardo do Campo, 27 de maio de 2013

seg, 27/05/2013 - 15h26 | Do Portal do Governo

Governador Geraldo Alckmin: Muito bom dia a todas e a todos! Quero cumprimentar o prefeito anfitrião aqui de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, dr. Saulo de Castro Abreu Filho, secretário de Estado de Logística e Transportes, Edmur Mesquita, secretário de Estado do Desenvolvimento Metropolitano, deputada Vanessa Damo, deputado Orlando Morando, deputado Ramalho da Construção, Karla Bertocco, diretora geral da Artesp, Theodoro Pupo, diretor da Artesp, diretor de investimento, Paulo Sérgio Mantoanelli, diretor aqui do DER de Cubatão, o dr. Marcelino Rafart de Seras, diretor presidente da Ecorodovias, dr. José Carlos Cassaniga, diretor superintendente da Ecovias, coronel Milton Murilo, comandante do 1º Batalhão da Polícia Rodoviária estadual, diretores, funcionários, trabalhadores, trabalhadoras aqui dessa importantíssima obra.

É uma grande alegria entregarmos hoje a quinta e a sexta faixa entre aqui a intersecção até o rodoanel. Então nós vamos ter a primeira rodovia do Brasil com seis faixas, eram quatro e ganhou mais duas, então 50% a mais, de quatro mais duas faixas para poder melhorar a logística de transporte da região. Então, entre a intersecção até o rodoanel, e o rodoanel também sendo ampliado, essa é a rodovia do desenvolvimento, ela vai para o porto, vai para a baixada, e o principal, vai para a Vila Belmiro, né? Ontem nós não fomos bem, mas queria destacar o seguinte: nós temos, além dessa entrega dessa obra importante, o trevo de Cubatão que é na Anchieta, o trevo de Cubatão é um verdadeiro anel viário, lá ligando a Cônego Domênico Rangoni, para chegar ao pólo petroquímico, pólo industrial de Cubatão. As faixas adicionais, nos dois sentidos, na rodovia Cônego Domênico Rangoni, 8 km de cada lado, faixa operacional entre a Anchieta e Imigrantes no sentido Praia Grande, mais 4 km, só aqui são R$ 328 milhões, 1.500 empregos nessas obras todas. No DER, nós temos a duplicação da ponte do Casqueiro, temos dois viadutos novos em São Vicente, e temos a ampliação do trevo do viaduto Rubens Paiva, lá em Cubatão também.

Mais, eu diria que mais 600 a 700 empregos também na construção civil, só aqui no sistema Anchieta-Imigrantes, fortemente ampliado. Então a gente fica muito feliz, uma obra super importante, que vai ajudar muito o trânsito, tem essa logística que está entre a intersecção e o rodoanel, é o trecho mais necessário e mais importante. E o dr. Saulo destacou as ampliações na Ayrton Senna, para melhorar o acesso ao aeroporto de Cumbica, as ampliações no rodoanel, e as ampliações na Anhanguera/Bandeirantes, também todo o sistema que vai de Campinas até São Paulo, então importantes ampliações. E nós estamos chegando de São Bernardo, nós vamos trazer, se Deus quiser, licitar em 30 a 60 dias já, a audiência pública para o Metrô, a Linha 18 do Metrô, que é a Linha Bronze do monotrilho entre Tamanduateí, passando por São Caetano, Santo André até São Bernardo e até Djalma Dutra.

Temos recursos também federais, do OGU, temos apoio da prefeitura, quero agradecer ao Luiz Marinho e recurso do Estado de São Paulo, 80% do recurso do governo do Estado. Daqui nós estamos indo a Mauá, vamos fazer o Poupatempo em Mauá, novo Poupatempo, e um grande investimento no hospital de Mauá, hospital Nardini, vamos já liberar o recurso. E em Diadema, vamos fazer o Poupatempo também e entregar uma nova Fatec, Faculdade de Tecnologia pública, gratuita aqui para a região. Quero deixar um agradecimento aqui muito especial ao dr. Saulo, à Karla, ao Theodoro, a toda a equipe da Secretaria de Logística e da Artesp, cumprimentar os concessionários. Aqui foi bem lembrado pelo Marcelino. Em 1998 o Mario Covas se afastou quando foi candidato à reeleição, então eu, como vice-governador, assumi o governo e fui quem assinei o contrato de concessão, imagine se não existisse essa concessão, o caos em que nós estaríamos. Não existiria a nova Imigrantes, os grandes investimentos no sistema Anchieta/Imigrantes, a logística toda, essa grande ampliação, rodoanel, imagine sem tudo isso como é que seria, então foi muito importante, foi inovador, foi o primeiro praticamente, dos primeiros contratos do País e ampliou a infraestrutura de São Paulo, para o desenvolvimento de São Paulo, mais empresa, mais emprego, mais oportunidade para as pessoas.

Queria agradecer também ao Luiz Marinho, nosso prefeito aqui anfitrião, estivemos juntos conhecendo uma belíssima entidade, instituição em São Bernardo, que é a Fundação Salvador Arena, desde o ensino infantil, tudo de graça, até faculdade. Mantido pela Termomecânica Indústria, o que ela gera, a indústria, para manter a fundação, um belíssimo exemplo. Cumprimentar e agradecer aqui aos nossos deputados, à Vanessa, nós estamos indo agora para Mauá, o nosso Ramalho da Construção, é um dos maiores sindicatos do Brasil, que é o da construção civil, né, o motor do desenvolvimento, nada funciona se a construção civil não vai bem, agradecer ao Ramalho. Ao Orlando Morando, deputado aqui de São Bernardo, por todo o apoio, parceiro lá na Assembleia também. Especialmente, deixar um agradecimento especial aos trabalhadores, trabalhadoras desta obra, vocês fizeram aqui uma grande obra, vai evitar acidentes, vai poupar vidas, vai melhorar a qualidade de vida da população, que vai ganhar aí 20 a 30 minutos na sua viagem, mais segura, e vai atrair mais desenvolvimento para essa região estratégica de São Paulo, que é aqui a ligação da Grande São Paulo, do ABC, com a Baixada Santista. Muito obrigado!