Metrô e CPTM montam esquema especial na visita do Papa Bento XVI

O esquema prevê reforço do quadro de pessoal nas estações e número recorde de trens nas linhas

qua, 02/05/2007 - 17h10 | Do Portal do Governo

O Metrô de São Paulo e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), terão esquema especial de funcionamento entre os dias 9 e 11 de maio, durante visita do Papa Bento XVI à Capital paulista.

O esquema prevê reforço do quadro de pessoal nas estações e número recorde de trens nas linhas 1-Azul (Jabaquara – Tucuruvi), 2-Verde (Imigrantes – Vila Madalena) e 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera – Palmeiras/Barra Funda) nos horários que antecederão e sucederão os dois eventos de maior participação da população: o Encontro com os Jovens, no estádio do Pacaembu, na tarde do dia 10, e a Missa no Campo de Marte, prevista para a manhã (9h30) do dia 11.

O número de trens nos horários de maior movimento será de 43 na Linha 1-Azul, 14 na Linha 2-Verde e 42 na Linha 3-Vermelha. O intervalo entre trens será de 109 segundos na Linha 1, 149 segundos na Linha 2 e 101 segundos na Linha 3.

A Linha 5-Lilás do Metrô (Capão Redondo – Largo Treze) manterá o seu funcionamento normal, com atendimento de segunda a sábado, das 4h40 à meia-noite. Fecha aos domingos e feriados.

Metrô

A seguir, o esquema de funcionamento detalhado para os três dias:

Dia 9, quarta-feira

Após desembarcar em Cumbica, o Papa Bento XVI deverá, por volta das 18h30, fazer o trajeto do Campo de Marte (na zona Norte) até o Mosteiro de São Bento, no centro da cidade, com o papamóvel. 

Com o objetivo de atender as pessoas que estarão se deslocando até o Largo São Bento, o Metrô manterá a oferta máxima de trens na Linha 1-Azul e nas linhas 2-Verde e 3-Vermelha nos períodos da tarde e noite. 

Por questões de segurança, as três escadas do acesso central ao boulevard do Largo São Bento serão fechados ao público. Todos os demais acessos da estação São Bento (rua São Bento, Boa Vista, Ladeira Porto Geral e Anhangabaú) permanecerão abertos.

Dia 10, quinta feira

À tarde, por volta das 17 horas, a sua Santidade deixará o Mosteiro de São Bento para o Encontro com os Jovens no estádio do Pacaembu.  Com início previsto para às 19 horas, a expectativa é o que o encontro reúna cerca de 100 mil pessoas no interior do estádio e na praça Charles Miller. O encerramento se dará por volta das 20 horas.  

Devido a sua localização, o evento no estádio do Pacaembu terá impactos significativos na demanda das linhas 3-Vermelha e 2-Verde, especialmente nas estações Marechal Deodoro e Palmeiras/Barra Funda, da Linha 3, e Clínicas, da Linha 2, que contarão com reforço significativo no seu quadro de pessoal.

Dia 11, sexta-feira

Às 9h30, o Papa irá celebrar uma missa na pista principal do Aeroporto do Campo de Marte, na zona Norte. O ato ecumênico deverá atrair cerca de um milhão de pessoas.

Para melhor atender o público, o Metrô manterá a operação comercial ininterrupta do dia 10 para o dia 11 nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. Toda a frota de trens do Metrô estará disponível para transportar o público que irá assistir a Missa no Campo de Marte.

Faixas fixadas nos principais cruzamentos da cidade e folhetos distribuídos nos pedágios das rodovias próximas a Capital orientarão os motoristas a deixarem os seus veículos nos bolsões de estacionamento, e seguirem de Metrô até o local da missa. O acesso ao Campo de Marte pode ser feito pelas estações Tietê, Carandiru e Santana.

Todas as estações, em especial Tietê, Carandiru e Santana, merecerão atenção especial do Metrô e contarão com reforço no quadro de pessoal das áreas de atendimento direto ao público, como bilheterias e segurança. A missa no Campo de Marte deverá se encerrar às 11 horas.

Com o objetivo de minimizar a concentração do público na saída da missa, os organizadores do evento programaram a apresentação de conjuntos musicais até por volta das 14 horas.

Na volta da Missa, o Metrô também atenderá com reforço da frota de trens em todas as linhas, principalmente na 1-Azul. Além disso, manterá trens reservas posicionados em pontos estratégicos do sistema.

Por volta das 15h45, o Papa deixará o Mosteiro de São Bento e irá de papamóvel até a Catedral da Sé. Lá, o Pontífice fará a abertura do Encontro com Bispos do Brasil.

O Papa deixará a Catedral da Sé por volta das 17 horas e, também de papamóvel, seguirá até o Campo de Marte de onde viajará para a cidade de Aparecida do Norte, no Vale do Paraíba.

CPTM

No caso da CPTM, as linhas contempladas com a medida são A (Luz-Francisco Morato), B (Julio Prestes-Itapevi), C (Osasco-Jurubatuba), D (Luz-Rio Grande da Serra), E (Luz-Estudantes) e F (Brás-Calmon Viana), que circularão com trens a cada 1 hora, a partir da meia noite e até as 4 horas da manhã, quando normalmente começa a operação comercial. Para tanto, a CPTM readequará o seu plano de manutenção, intensificada durante as madrugadas.

Também a segurança do sistema será reforçada, por um contingente de 20% a mais de agentes, cerca de 260 homens. A exemplo dos esquemas realizados nos dias dos clássicos de futebol, para evitar brigas entre torcidas, as folgas dos funcionários da área estarão canceladas com esta finalidade.

Ainda no dia 10 de maio, véspera da missa no Campo de Marte, prevendo grande movimentação de pessoas em função de outro compromisso do Papa, o encontro de jovens no Estádio do Pacaembu, com término previsto para as 20 horas, a CPTM estenderá os intervalos de pico entre trens até as 21 horas, se necessário. 

Da secretaria dos Transportes Metropolitanos