Deságio de 46,7% leva Marechal Rondon Oeste

Atualizada às 15h14 Com deságio de 46,7% sobre a atual tarifa quilométrica das rodovias concedidas no Estado de São Paulo, o Consórcio BR Vias SP saiu vencedor do trecho Marechal Rondon Oeste, a etapa mais disputada das licitações de hoje. O grupo ofereceu por R$ 0,064099 por quilômetro da rodovia. Esse valor representa 40,59% sobre o valor máximo […]

qua, 29/10/2008 - 11h52 | Do Portal do Governo

Atualizada às 15h14

Com deságio de 46,7% sobre a atual tarifa quilométrica das rodovias concedidas no Estado de São Paulo, o Consórcio BR Vias SP saiu vencedor do trecho Marechal Rondon Oeste, a etapa mais disputada das licitações de hoje. O grupo ofereceu por R$ 0,064099 por quilômetro da rodovia. Esse valor representa 40,59% sobre o valor máximo do edital do Programa de Concessões Rodoviárias.

Foram sete as companhias interessadas nesse trecho. Além do Consorcio BR Vias, disputaram a Marechal Rondon Oeste o Consórcio Invepar-OAS; o Consórcio Equipav S.A. Pavimentação, Engenharia e Comércio; o Consórcio Autorondon; a Triunfo Participações e Investimentos; a Odebrecht Investimentos e Infraestrutura Ltda.; e o Consórcio CEGEMS-Rondon Oeste.

Até agora, é muito positivo o resultado da concorrência. “O bom andamento dessa primeira etapa das concessões é conseqüência da excelente condução do processo pela Artesp, a Secretaria dos Transportes e a Secretaria do Planejamento. É um prenúncio do bom resultado que teremos hoje. O processo licitatório em São Paulo tem se dado em várias áreas de forma muito satisfatória”, afirma Alberto Goldman, vice-governador de São Paulo.

Na primeira licitação do dia — o corredor Raposo Tavares –, o vencedor foi o consórcio Invepar OAS, com deságio de 24,78%.