Deságio de 15,73% leva a Rodovia Dom Pedro I

O Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo foi encerrado com a quinta concorrência desta quarta-feira, vencida pelo Consórcio Integração Dom Pedro I, formado pelas empresas Odebrecht Investimentos e Infra-estrutura e Odebrecht Serviço de Engenharia e Construção. O valor proposto foi de R$ 0,101414 por quilômetro, com deságio de 15,73% sobre a atual […]

qua, 29/10/2008 - 16h26 | Do Portal do Governo

O Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo foi encerrado com a quinta concorrência desta quarta-feira, vencida pelo Consórcio Integração Dom Pedro I, formado pelas empresas Odebrecht Investimentos e Infra-estrutura e Odebrecht Serviço de Engenharia e Construção. O valor proposto foi de R$ 0,101414 por quilômetro, com deságio de 15,73% sobre a atual tarifa quilométrica das rodovias licitadas. O deságio comparado ao valor máximo do edital é de 6,01%.

O corredor em pauta é o da rodovia Dom Pedro I, que beneficiará as regiões de Campinas, Jundiaí, Bragança, Itatiba, Paulínia, São José dos Campos, Alto Tietê e Vale do Paraíba. Momentos antes da abertura dos envelopes dessa etapa, contendo a documentação exigida no edital, a outra concorrente inscrita retirou sua proposta, o que deixou o caminho livre para a vencedora.

A rodovia Dom Pedro I receberá investimento de R$ 2,410 bilhões em obras de recuperação, sinalização, monitoração e serviços em uma extensão de 297 quilômetros, além de 81,4 quilômetrosde estradas vicinais.

Na primeira licitação do dia — o corredor Raposo Tavares –, o vencedor foi o consórcio Invepar OAS, com deságio de 24,78%. Na segunda, do trecho Marechal Rondon Oeste, venceu o Consórcio BR Vias SP, com deságio de 46,7%. A seguir, o trecho licitado foi o Marechal Rondon Leste, vencido pelo Consórcio Brasinfra, com deságio de 22,08%. Já a Ayrton Senna/Carvalho Pinto – a mais concorrida na sessão pública – terá como concessionário o Consórcio Triunfo Participações e Investimentos-TPI, que impôs o deságio de 54,9%.

Leia também