Alckmin discursa no encerramento do Fórum Brasil-China

Geraldo Alckmin: Senhor Zhang Yujun, presidente da Shanghai Stock Exchange; Wang Qinyuan, ministro conselheiro da Embaixada da China no Brasil; Eduardo Guardia, diretor executivo-financeiro da BM&F Bovespa; José Antonio Gragnani, diretor executivo de desenvolvimento e fomento de negócios da BM&F Bovespa; Li Haitong, cônsul para assuntos econômicos do Consulado Geral da China em São Paulo; […]

qua, 23/02/2011 - 7h00 | Do Portal do Governo

Geraldo Alckmin: Senhor Zhang Yujun, presidente da Shanghai Stock Exchange; Wang Qinyuan, ministro conselheiro da Embaixada da China no Brasil; Eduardo Guardia, diretor executivo-financeiro da BM&F Bovespa; José Antonio Gragnani, diretor executivo de desenvolvimento e fomento de negócios da BM&F Bovespa; Li Haitong, cônsul para assuntos econômicos do Consulado Geral da China em São Paulo; representantes de mercado financeiro e de capitais no Brasil e na China; amigas e amigos, uma palavra breve.

Dizer da alegria de participar do encerramento deste que é o primeiro fórum de mercado de capitais. Nós temos uma tradição de amizade com a China de 1881, é o nosso tratado de amizade, cooperação e navegação. O primeiro consulado do Brasil foi exatamente em Xangai, em 1883, então, temos uma grande identidade. O Gilberto Freyre dizia que o Brasil seria uma China tropical, tal era a influência chinesa na culinária, na medicina, a acupuntura. Eu que fiz tradicional medicina chinesa, estudei dois anos. Temos uma identidade secular.

E agora uma grande parceria de natureza econômica, sendo a China a principal parceiro econômico hoje do Brasil no mundo. E um enorme caminho de complementação econômica de fortalecimento recíproco entre os dois países e entre São Paulo e Xangai. Então, é com grande alegria que quero saudar aqui o primeiro Fórum de Mercados e Capitais. E o mercado e capitais do desenvolvimento para gerar emprego, renda, melhorar a qualidade de vida da nossa população, abrir oportunidades novas e de negócios de fortalecimento de nossas economias.

Então, este é um namoro que vai dar certo. [saudação em chinês].

Muito obrigado.