Governo do Estado de São Paulo

Procon-SP dá cinco dicas para o uso do cartão de crédito

Não há mais valor mínimo para compras com cartão de crédito ou débito

Poder comprar sem tem que tirar o dinheiro da carteira e ainda poder além de esticar o pagamento para o próximo mês, parcelar o valor, são os grandes atrativos do cartão de crédito. As vantagens podem se transformar em desvantagens caso não tenha controle no uso. Confira algumas orientações do Procon-SP para não se enrolar:

1. Excesso de cartões atrapalha
Por que fazer cartões em vários lugares se você não recebe vários salários? Evite solicitar cartões em toda loja ou mercado que entrar. Antes de contratar, fique atento aos juros e encargos cobrados.

2. Cuidado com as compras parceladas
A facilidade de dividir o pagamento das compras no cartão faz com que muita gente parcele como se não houvesse amanhã, mas cuidado! O amanhã não só existe como cobrará faturas de valor alto se você não controlar seus impulsos.

Por isso, planeje suas compras de acordo com o seu bolso e dê preferência ao pagamento à vista, pois as compras parceladas comprometem o orçamento por meses.

3. Cuidado com o seu cartão
Zele pela segurança e não empreste o seu cartão de crédito. Procure memorizar a senha e não a guarde junto com o cartão. Nas compras pela internet, certifique-se que o site é seguro antes de fornecer os seus dados (confira as dicas aqui).

4. Confira a sua fatura
Ao receber a fatura, certifique-se que os valores lançados estão de acordo com as compras efetuadas. Caso não reconheça algum lançamento ou exista cobrança indevida de tarifas, entre em contato com o SAC da administradora.

O Decreto Federal 6.523/08 determina a imediata suspensão de cobranças quando a demanda do consumidor se referir a serviço não solicitado ou cobrança indevida. O valor só poderá ser cobrado, caso o fornecedor comprove efetivamente que a compra contestada foi de fato realizada pelo consumidor.

5. Evite o pagamento mínimo
Pagar somente o mínimo, ou parte da fatura, é onde começa a bola de neve do endividamento. As administradoras de cartão cobram juros e encargos (bem salgados) de quem não efetua o pagamento total.

Confira outras informações sobre a contratação e o uso do cartão de crédito na cartilha elaborada pelo Procon-SP.