Qui, 30/04/15 - 12h59

Começa segunda frente do programa Nascentes em Jacareí

Objetivo é recuperar 371 hectares de matas ciliares em áreas localizadas no reservatório da Usina Jaguari, da Cesp

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    A segunda frente de trabalho do programa Nascentes, que prevê a restauração ecológica de 371 hectares de matas ciliares na bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, foi lançada nesta quinta, 30

    A segunda frente de trabalho do programa Nascentes, que prevê a restauração ecológica de 371 hectares de matas ciliares na bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, foi lançada nesta quinta, 30

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    No total, serão utilizadas 618.983 mudas de 80 espécies nativas da Mata Atlântica

    No total, serão utilizadas 618.983 mudas de 80 espécies nativas da Mata Atlântica

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    As mudas serão plantadas em 10 áreas localizadas no reservatório da Usina Hidrelétrica Jaguari, pertencente à Companhia Energética de São Paulo (Cesp)

    As mudas serão plantadas em 10 áreas localizadas no reservatório da Usina Hidrelétrica Jaguari, pertencente à Companhia Energética de São Paulo (Cesp)

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    A segunda frente de trabalho do programa Nascentes foi lançada pelo governador Geraldo Alckmin

    A segunda frente de trabalho do programa Nascentes foi lançada pelo governador Geraldo Alckmin

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    Desenvolvida pela Companhia Energética de São Paulo, a nova frente recebeu investimento de R$ 5,25 milhões e deve ser concluída em três anos

    Desenvolvida pela Companhia Energética de São Paulo, a nova frente recebeu investimento de R$ 5,25 milhões e deve ser concluída em três anos

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    Além das mudas da Cesp, serão plantadas outras 400 cedidas pela Secretaria de Administração Penitenciária produzidas por reeducandos

    Além das mudas da Cesp, serão plantadas outras 400 cedidas pela Secretaria de Administração Penitenciária produzidas por reeducandos

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    Alckmin dá início à nova etapa do programa Nascentes

    Alckmin dá início à nova etapa do programa Nascentes

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    O programa Nascentes tem a meta de restaurar cerca de 20 mil hectares de matas ciliares e proteger seis mil quilômetros de cursos d’água com investimentos públicos e privados

    O programa Nascentes tem a meta de restaurar cerca de 20 mil hectares de matas ciliares e proteger seis mil quilômetros de cursos d’água com investimentos públicos e privados

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    Governador em visita a cidade de Igaratá

    Governador em visita a cidade de Igaratá

  • Download Foto: A2img / Edson Lopes Jr.
    Alckmin  durante assinatura de convênio para obras de infraestrutura urbana

    Alckmin durante assinatura de convênio para obras de infraestrutura urbana

A segunda frente de trabalho do programa Nascentes, que prevê a restauração ecológica de 371 hectares de matas ciliares na bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, foi lançada nesta quinta-feira, 30, pelo governador Geraldo Alckmin. No total, serão utilizadas 618.983 mudas de 80 espécies nativas da Mata Atlântica que serão plantadas em 10 áreas localizadas no reservatório da Usina Hidrelétrica Jaguari, pertencente à Companhia Energética de São Paulo (Cesp).

"Hoje nós estamos trabalhando aqui para ter uma fábrica de água. A melhor maneira de produzir água é conservar água e mata nativa, preservar as nascentes, os rios, os córregos e as nossas represas. No programa Nascentes, a nossa proposta é 20 mil hectares de mata nativa, seis mil quilômetros de rios, córregos e beira de represa preservados. Começamos no Cantareira, no município de Piracaia, preservando o Rio Cachoeira e propriedade privada", destacou o governador.


Desenvolvida pela Companhia Energética de São Paulo, a nova frente recebeu investimento de R$ 5,25 milhões e deve ser concluída em três anos, sendo o primeiro ano dedicado ao plantio das mudas e os outros dois para acompanhamento. As mudas de espécies como capixingui, mutambo, pau-viola, papagaieira, paineira, ingá, jatobá, ipê, araçá, copaíba, entre outras, são produzidas pela própria Cesp em seu Centro de Produção de Mudas de Paraibuna (SP).


Além das mudas da Cesp, serão plantadas outras 400 cedidas pela Secretaria de Administração Penitenciária. As mudas são produzidas por reeducandos do programa regional de Plantio de Mudas Nativas e Recuperação de Mananciais, que tem por objetivo promover a ressocialização de sentenciados por meio da produção de mudas, do plantio e da restauração de áreas degradadas, principalmente nas regiões dos presídios.


"Nós estamos com cinco penitenciárias produzindo mudas nativas (o preso trabalha e a cada 3 dias de trabalho ele reduz um dia de pena). Agora serão mais 14 penitenciárias, uma delas no Vale do Paraíba, que é o Centro de Recuperação Penitenciária de Tremembé", completou Alckmin.


Outros anúncios 


Ainda na região de Jacareí, o governador visitou a cidade de Igaratá, onde assinou convênio para liberação de R$ 500 mil para obras de infraestrutura urbana. “O convênio vai permitir que a prefeitura faça a pavimentação das vias e ajude a comunidade e os bairros,” finalizou.


Do Portal do Governo do Estado