Seg, 14/05/12 - 14h27

Governo anuncia programa pioneiro de atenção ao idoso

Conjunto de políticas públicas visa melhorar a qualidade de vida da terceira idade

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda, 14, o maior programa de atenção ao idoso já lançado no Estado. Com investimento de R$ 121,7 milhões, a ação, intitulada “São Paulo Amigo do Idoso”, inclui iniciativas das secretarias da Saúde, Desenvolvimento Social, Turismo e Esporte. “É espetacular o aumento da expectativa de vida com qualidade de vida. Estamos lançando hoje um conjunto de políticas públicas por meio de um belo programa, que vai melhorar a autoestima das pessoas que querem lazer, entretenimento e conhecimento. É um programa completo de políticas para os idosos”, disse o governador Geraldo Alckmin. 


LEIA TAMBÉM
Governo investe R$ 29,6 mi em ações de saúde para 3ª idade
São Paulo é o primeiro Estado do país com o selo “Amigo do Idoso”

Pioneiro no país, o programa vai implantar serviços modelos na área de assistência e incentivar os municípios paulistas a promoverem a melhora da qualidade de vida das pessoas com 60 anos ou mais. A iniciativa também cria pela primeira vez um “Estado Amigo da Pessoa Idosa”, primando pelo envolvimento de toda a sociedade na defesa pelos direitos dos idosos. Hoje, os idosos já representam 11% da população do Estado de São Paulo, somando cerca de 4,6 milhões de pessoas. 


O programa contou com a consultoria do médico e pesquisador em saúde pública Alexandre Kalache, que dirigiu o Programa Global de Envelhecimento e Saúde da OMS (Organização Mundial de Saúde).


O governador assinou ainda o ato de designação dos membros do Conselho Estadual do Idoso para o mandato de dois anos, além do projeto de lei que cria o Fundo Estadual do Idoso, para ações integradas de combate à extrema pobreza envolvendo a terceira idade. “Queremos que os 645 municípios [de São Paulo] tenham o conselho municipal do idoso e o fundo municipal para receber o repasse”, salientou Alckmin. O fundo será gerido pelo Conselho Estadual do Idoso e vai viabilizar a captação de recursos do segundo setor por meio de renúncia fiscal.


Do Portal do Governo do Estado

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar