Seg, 02/05/11 - 10h00

Novas unidades do Bom Prato servirão café da manhã gratuito

Já estão confirmadas novas unidades em Santos, Araraquara, Bauru, Presidente Prudente e Itaquaquecetuba

Além de oferecer almoço saudável e rico em nutrientes por apenas R$ 1,00, as novas unidades do Restaurante Popular Bom Prato instaladas no Estado também passarão a servir, gratuitamente, café da manhã aos freqüentadores. A novidade foi anunciada nesta sexta-feira, 29, pelo secretário de Desenvolvimento Social, Paulo Alexandre Barbosa, durante visita a Santos, no Litoral Paulista.

Paulo Alexandre esteve na cidade para assinatura da Carta-Compromisso que garantirá a Santos uma segunda unidade do restaurante, que funcionará na Zona Noroeste, região do município que possui mais de 100 mil habitantes e que apresenta alto índice de vulnerabilidade social. Na ocasião, o secretário confirmou a implantação de outros quatro novos restaurantes do Estado, localizados nos municípios de Araraquara, Bauru, Presidente Prudente e Itaquaquecetuba.

O secretário também afirmou que, além de disponibilizar o café da manhã, as cinco novas unidades do Bom Prato contarão com formação profissional na área de gastronomia, com cursos de capacitação desenvolvidos pelo Centro Paula Souza, e com um posto do Programa Acessa São Paulo.

As novidades fazem parte do projeto de remodelação do Bom Prato que foi desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS), no início deste ano.

"Uma de nossas prioridades à frente da secretaria foi a expansão do número de restaurantes no Estado. Expandimos e estamos, agora, remodelando o programa. Além de servir os almoços, essas novas  unidades serão as primeiras a ter café da manhã gratuito, cursos técnicos e o Acessa São Paulo, este último com o objetivo de incluir digitalmente a população que freqüenta essas unidades", reforçou Paulo Alexandre.

Atualmente, o Bom Prato conta com 33 unidades instaladas na Capital, região metropolitana, litoral e no interior paulista, totalizando 47 mil refeições servidas diariamente.

O projeto garante, à população de baixa renda, refeições saudáveis e ricas em nutrientes, a partir de um cardápio variado composto por arroz, feijão, carne, farinha de mandioca, salada, legumes, suco, frutas e pão, totalizando, em média, 1600 calorias. Cada restaurante disponibiliza uma quantidade de refeições diárias, que são servidas até que se encerre a cota do dia.

Capacitação profissional

No segundo semestre, as 33 unidades do Bom Prato no Estado deverão oferecer formação profissional na área de gastronomia. As capacitações serão oferecidas pelo Centro Paula Souza nas áreas de Higienização de Alimentos, Ajudante de Cozinha, Culinária Básica, Panificação Artesanal, Confeitaria Básica e Pizzaiolo.

As vagas serão destinadas, preferencialmente, aos beneficiários aos programas sociais de transferência de renda Ação Jovem e Renda Cidadã, que recebem bolsa-auxílio de R$ 80 por mês. Os cursos terão, em média, 55 dias de duração e são certificados para o mercado de trabalho.

Os participantes desempregados sem nenhum tipo de renda vão receber auxílio financeiro de R$ 330 durante a vigência do curso, além de uniforme e material didático. "Também teremos a parceria da iniciativa privada para que os profissionais formados sejam contratados após a conclusão do curso. O emprego é a porta de entrada para uma condição mais digna de vida quando se trata de famílias em situação de vulnerabilidade social", explicou Paulo Alexandre.

Da Secretaria de Desenvolvimento Social

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar