Qua, 28/04/10 - 18h30

Xadrez melhora desempenho de alunos em matemática

Além de melhorar o desempenho na disciplina, alunos passaram a se destacar em competições na modalidade

Em 2007, o professor de matemática Sandro Sanches Corralero, da Escola Estadual Brigadeiro Tobias, em Sorocaba, resolveu utilizar o xadrez em sala de aula para despertar nos alunos um maior interesse no aprendizado da disciplina. O objetivo era mostrar aos estudantes que o estudo da matemática também poderia ser divertido e desafiador como o jogo. "A intenção era quebrar aquele estigma de que aula de matemática é chata e também motivá-los a praticar o jogo, que é um excelente exercício de raciocínio", diz Corralero, comentando que, no início do projeto, a grande maioria dos alunos, provenientes da periferia de Sorocaba, não conhecia o xadrez.

Assim, o professor passou a dedicar uma aula de sua grade semanal para ensinar noções básicas do jogo a alunos do Ciclo II do Ensino Fundamental. Com o tempo, os estudantes criaram gosto pelo xadrez e quiserem se aprofundar. Como incentivo, a escola adquiriu material para a prática (tabuleiro, peças e relógio), além de livros sobre a modalidade para consulta, e criou um grupo de treinamento dentro da programação de Atividades Curriculares Desportivas (ACD) da unidade. As ACDs são oferecidas gratuitamente pelas escolas da rede estadual, coordenadas por professores de educação física, e acontecem em horários alternados às aulas regulares para aprofundamento nas modalidades esportivas escolhidas pelos alunos.

O incentivo rendeu frutos, não só no que diz respeito à prática do jogo, mas também em relação ao desempenho dos alunos em sala de aula. "Dentre os que aprenderam xadrez, houve uma melhora de 30 a 40% em matemática", salientou o professor, que atua na rede estadual desde 1994 e leciona na mesma escola há cerca de 10 anos.

José Nelson dos Santos Júnior, de 14 anos, aluno do 9º ano do Ensino Fundamental, está entre os estudantes que apresentou significativa melhora em matemática. "O xadrez me ajudou a raciocinar melhor, ter paciência e concentração para resolver os problemas", comenta o aluno.

A escola também passou a ser destaque em competições na modalidade.  Recentemente, a aluna Wiviany Maria Monteiro Cruz, de 13 anos, também do 9º ano, conquistou o título de campeã na categoria sub-14 da primeira etapa do Circuito de Xadrez Escolar Estadual 2010, organizado pela Federação Paulista de Xadrez (FPX). "Aprendi a jogar xadrez aqui na escola, mas não esperava imaginava poder disputar um campeonato. Mas foi muito bom, principalmente para meu desenvolvimento pessoal, pois estimula a inteligência e ajuda no aprendizado", conta a estudante.

Além de Wiviany, outros sete alunos da Brigadeiro Tobias participaram da competição, sendo que três também conquistaram medalhas. Atualmente, mais de 200 estudantes do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio praticam a modalidade na escola nas aulas de matemática e nas ACDs.

Bom desempenho no Saresp

Em 2009, o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) indicou uma melhora generalizada em matemática no Ensino Fundamental da rede estadual. A média na quarta série apresentou um avanço expressivo de 10,8 pontos, saltando de 190,5 em 2008 para 201,3 em 2009. Na oitava série, a média avançou 5,8 pontos, de 245,7 em 2008 para 251,5 em 2009.

Da Secretaria da Educação

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar