Qua, 13/05/09 - 09h40

USP anuncia vestibular de graduação à distância

A Tribuna/Santos

A Universidade de São Paulo (USP) irá realizar um vestibular inédito para o seu primeiro curso de graduação à distância. Serão oferecidas 360 vagas em licenciatura em ciências, que funcionará em quatro pólos. A previsão é que as inscrições para o processo seletivo sejam abertas ainda em julho e a prova aconteça no dia 2 de agosto. O início das aulas está programado para o dia 21 de setembro.

A graduação funcionará nos campi do Butantã, na Capital (90 vagas), em São Carlos (90 vagas), em Piracicaba (90 vagas) e em Ribeirão Preto (90 vagas). Metade das aulas será presencial e os alunos terão de ir ao campus todos os sábados. A duração do curso será de quatro anos, divididos em oito semestres.

O curso é voltado, essencialmente, para a qualificação de professores que atuam na educação básica sem a formação adequada. Estimativas apontam déficit de cerca de 200 mil professores em ciências no país. Até por isso, a expectativa é que a procura maior seja de pessoas mais maduras e que já estejam no mercado de trabalho.

"Há uma grande demanda para essas áreas e a educação à distância pode ser uma solução, porque o profissional pode mais facilmente conciliar a graduação com a sua rotina", afirma o professor José Cipolla Neto, coordenador do novo curso.

As aulas acontecerão uma única vez por semana, aos sábados, com foco na parte laboratorial. Durante a semana, o aluno terá atividades para realizar por meio do portal de internet que será disponibilizado. Parte das aulas será por teleconferência, em que o professor fica em um dos campi e a aula é transmitida em tempo real para os outros pólos. Tutores e educadores acompanharão os alunos na sala de aula.

Processo seletivo

A seleção, que será feita pela Fuvest, terá uma única fase. A prova será composta por 50 questões de múltipla escolha e uma redação.

Como a proposta é qualificar docentes, professores em exercício sem formação superior receberão um bônus de 10% na nota final da prova. Docentes em exercício com curso superior, mas sem qualificação para a área terão uma bonificação de 8% na nota.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 30. Haverá a concessão de redução ou isenção da taxa, mas os critérios ainda serão divulgados em edital, a ser publicado nas próximas semanas. Para o próximo ano, o curso deverá fazer parte do vestibular tradicional da Fuvest no final do ano. Portanto, o ingresso da segunda turma de licenciatura em ciências será para 2011.

A coordenação do curso é feita por uma equipe multidisciplinar com 13 profissionais. Cada pólo terá quatro docentes, três tutores e três educadores. "A qualificação dos professores é padrão USP, com titulação mínima de doutorado e dedicação integral", afirma Cipolla. Segundo ele, haverá um educador e um tutor para cada 30 alunos e um docente para cada 45 alunos.

A USP avalia ainda a possibilidade de oferecer outros cursos, além do de licenciatura em ciências: pedagogia, licenciatura em matemática e licenciatura em biologia. 

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar