Qua, 12/11/08 - 11h39

Inscrição para exame de professor temporário vai até quinta

Cerca de 115 mil pessoas já garantiram participação

A Secretaria de Estado da Educação encerra na quinta-feira, 13, as inscrições para prova classificatória destinada a professores temporários. Cerca de 115 mil pessoas já garantiram participação. Junto com o tempo de serviço e títulos, a prova definirá a classificação dos professores temporários para atuação em escolas estaduais em 2009. Quem não fizer a prova ficará fora da rede no próximo ano.

Além dos temporários que já trabalham na rede estadual, a prova (conseqüentemente, também a atribuição de aulas) é aberta a professores que estejam fora da rede e alunos de ensino superior. Antes da implantação da prova, a classificação para atribuição de aulas tinha apenas dois critérios: tempo de serviço e títulos.

Quem já trabalha nas escolas estaduais deve se inscrever em suas respectivas escolas. O docente que está fora da rede deve procurar a Diretoria de Ensino que deseja trabalhar. Antes dos temporários, a atribuição de aulas ocorre com os cerca de 130 mil professores efetivos (esta regra não sofreu qualquer alteração).

Dos 115 mil já inscritos, cerca de 87 mil já são temporários da rede estadual. Os outros 28 mil não são da rede. A classificação terá prazo de um ano.

"É primordial que os professores e alunos de curso superior que desejam participar da rede se inscrevam para a prova até 13 de novembro. A lista de classificação será usada para a atribuição e para qualquer contratação de professores durante o ano. Ou seja, quem não fizer a prova não terá a chance de participar da rede no próximo ano", afirma Fernando Padula, chefe de gabinete da Secretaria.

Com 25 questões (testes - cada um valendo 3,2 pontos), a prova, que neste ano será aplicada pela primeira vez, valerá 80 pontos no total, o mesmo peso do tempo de serviço. Os títulos (mestrado e doutorado, por exemplo) valerão outros 20 pontos, podendo-se chegar a um total de 180 pontos.

A prova terá como base a Proposta Curricular do Estado, já implantada pela Secretaria neste ano de 2008 (conteúdo disponível no site da Secretaria). Com isso, a Secretaria especifica uma forma de verificar quais professores estão mais aptos nos conteúdos de suas disciplinas. Os participantes poderão escolher até duas disciplinas para a prova - seguindo sua aptidão. Por exemplo: professores que desejam dar aulas de matemática e química participarão de provas destas duas disciplinas, sendo averiguadas o conteúdo curricular nestas disciplinas. Os professores de ciclo 1 (1ª a 4ª do Ensino Fundamental) terão prova diferente, já que dão aulas de todas as disciplinas.

A classificação (prova, tempo de serviço e títulos) será por Diretoria de Ensino e definirá quem irá escolher antes as aulas disponíveis nesta respectiva região.

Em 2009 a Secretaria iniciará os concursos para preenchimento de 75 mil cargos destinados a professores efetivos, com carga de 10 horas semanais. 

Da Secretaria da Educação

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar