Na Imprensa

Estradas: radares multam falta de licenciamento

Jornal da Tarde

A Polícia Militar Rodoviária começou ontem a usar 42 radares inteligentes para fiscalizar a falta de licenciamento de veículos nas 24 principais rodovias do Estado. Mesmo veículos de outros Estados serão identificados e, se estiverem irregulares, serão apreendidos. Os equipamentos estão instalados desde setembro, mas só ontem passaram a fornecer essas informações.


Além de apreender o veículo, a Polícia Militar Rodoviária vai aplicar multa de R$ 191,54 ao motorista sem licenciamento. A infração é gravíssima e anota sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Os radares têm o Leitor Automático de Placas (LAP), mesmo sistema usado na capital para identificar carros que não cumprem o rodízio de veículos - e que foram responsáveis por quase metade das cerca de 6 milhões de multas emitidas pelo município no ano passado. Fora isso, assim como os radares comuns, eles multam motoristas que dirigem acima da velocidade permitida. O Estado tem 21 milhões de veículos registrados. A estimativa do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) é que até 25% da frota (ou 5,2 milhões) esteja sem licenciamento.


Os aparelhos foram instalados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que investiu R$ 11 milhões. Segundo o departamento, 95% dos recursos arrecadados com as multas serão investidos na segurança do trânsito - como melhoria da sinalização e em campanhas educativas. Os 5% restantes vão para o Fundo Nacional de Segurança (Funcet), que é administrado pela Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).


Fiscalização. Nas estradas, os aparelhos vão fornecer informações para a Polícia Militar Rodoviária, que vai parar os carros e efetuar a fiscalização. Na capital, no caso do rodízio, é emitida uma multa que vai para a casa do condutor - sem que o infrator seja parado.


A câmera desses radares filma a placa do carro e um programa de computador identifica a chapa. O número é confrontado com o Registro Nacional de Veículos (Renavan), que verifica a situação do veículo. As informações são enviadas aos policiais das estradas, que efetuam a vistoria. A promessa, ainda sem data, é que as máquinas também possam identificar se o Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) está em dia.


CONFIRA ONDE ESTÃO OS RADARES


ANCHIETA Km 9,7 (São Bernardo)


ANHANGUER AKm 38,5 (Cajamar), 153,2 (Limeira), 248 (Sta. Rita do Passa Quatro) e 371 (Orlândia)


ANTONIO SCHINCARIOL Km 212 (Capão Bonito)


AYRTON SENNA Km 18,7 (Guarulhos) e 91 (São José dos Campos)


BRIG. FARIA LIMA Km 410,5 (Barretos) Candido Portinari Km 392,1 (Franca)


CASTELO BRANCO Km 44,8 (Araçariguama) e 194,5 (Pardinho)


CÔNEGO DOMENICO RANGONI Km 1,5 (Santos)


DOM PEDRO I Km 72 (Atibaia)


ENG. PAULO NILO ROMANO Km 307 (Santa Cruz do Rio Pardo)


FLORIANO PINHEIRO Km 28,4 (Pindamonhangaba)


FRANCISCO ALVES NEGRÃO Km 280 (Itapeva)


ADHEMAR DE BARROS Km 119 (Campinas)


IMIGRANTES Km 21,5 (S. Bernardo) e 62 (S. Vicente)


JOÃO RIBEIRO DE BARROS Km 410 (Garça) e 641 (Dracena)


LUÍS DE QUEIROZ Km 158,8 (Piracicaba)


MARECHAL RONDON Km 311 (Agudos) e 525 (Araçatuba)


MOGI-BERTIOGA Km 58,7 (Mogi das Cruzes)


PE. MANUEL DA NÓBREGA Km 292 (Praia Grande) e 370 (Pedro de Toledo)


RAPOSO TAVARES Km 35 (Cotia), 442 (Assis) e 614 (Pres. Venceslau)


RODOANEL Km 15 (Barueri) ROD. DO AÇÚCAR Km 23,6 (Itu)


BANDEIRANTES Km 19 (SP) e 85,7 (Campinas)


SANTOS DUMONT Km 62 (Indaiatuba)


TAMOIOS Km 20 (S. José dos Campos)


WASHINGTON LUIS Km 170 (Rio Claro), 274,5 (Araraquara), 444,2 (S. José do Rio Preto) e 385,8 (Catanduva)