Alcachofra e vinho são destaques na Expo São Roque

Secretaria da Agricultura e Abastecimento de SP tem iniciativas para ampliar a produção dos alimentos na cidade

ter, 15/10/2019 - 14h12 | Do Portal do Governo

A 27ª edição da Expo São Roque, que começou dia 4 e vai até 10 de novembro, é dedicada ao vinho e à alcachofra, dois importantes produtos da região. Para ampliar a potencialidade da cidade, representantes da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo estiveram na Expo São Roque para ouvir as demandas dos setores.

Na sexta-feira (11), a Secretária-executiva da Secretaria, Gabriela Chiste, conversou com produtores, que pediram apoio para capacitação dos profissionais. “A missão de plantar uva, produzir vinho e cultivar alcachofra é desafiadora. Além de tecnologia, temos muita tradição e empenho dos produtores rurais, que fazem com que a qualidade dos produtos paulistas tenham destaque no cenário nacional. Portanto, precisamos trabalhar cada vez mais para que possamos atender às exigências dos consumidores e do mercado. A Secretaria está aberta a todos”, afirmou Chiste.

A Presidente da Câmara Setorial da Uva e do Vinho, Ariana Sgarione acredita que a Secretaria de Agricultura pode fazer o intercâmbio entre os vários setores para alavancar a agricultura e o turismo. “O mercado nós temos, precisamos de mais capacitação e tecnologia e, para isso, contamos com o Estado”, disse.

São Roque também é responsável pela produção de 20 milhões de litros de vinho por ano, sendo cerca de 75% vinho de mesa e 25% de vinhos finos. A tendência das 15 vinícolas de São Roque é aumentar a produção de vinhos finos. São mais de 29 milhões de caixas de 6 quilos de produção de uva de mesa, mais de 9 milhões de caixas de 7 quilos de uva fina para mesa e mais de 1 milhão de quilos de uva para indústria.

A produção média de alcachofra no Estado de São Paulo é de 35 mil cabeças de alcachofra por hectare. A cidade conta atualmente também com 19 produtores de alcachofra, o que resulta na marca de 75 toneladas/ano da planta. “Esta safra contou com dois milhões de unidades de alcachofra”, contou o Presidente da Associação dos Produtores de Alcachofra de São Roque, Leodir Ribeiro.

Sistema orgânico

Durante a visita à cidade, a Secretária-executiva também foi até a Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) – Campus São Roque, que está implantando o primeiro vinhedo orgânico para produção de suco e vinho.

O experimento com o orgânico e o desenvolvimento de novas cultivares na Unidade de Produção Demonstrativa de São Roque é uma parceria entre a Prefeitura municipal, o Sindusvinho e o Instituto Federal de São Paulo (campus São Roque).

A Apta também está dedicada a inovar a produção da alcachofra. “Desenvolvemos novas cultivares comerciais avaliando a produtividade e adaptação local e aguardamos liberação do Ministério da Agricultura e Abastecimento para comercializá-las. Passaremos a ter um cultivo revolucionário porque hoje a propagação só é feita por mudas em sistema vegetativo, uma vez por ano e com as sementes poderemos plantar durante as 52 semanas do ano”, afirmou o pesquisador da Apta, Wilson Tivelli.