Selo postal em comemoração à 7ª Ação do Coração é lançado no Palácio dos Bandeirantes

O idealizador do projeto, Alexandre Camilo, foi recebido pela primeira-dama do Estado, Lúcia França, para ação que teve apoio dos Correios

qua, 20/06/2018 - 20h07 | Do Portal do Governo

No Dia Mundial do Refugiado, comemorado nesta quarta-feira, 20, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado, professora Lúcia França, participou do lançamento do selo postal e carimbo comemorativo da 7ª edição da Ação do Coração, com o tema “Refugiados, Excluídos e Migrantes: Nosso Coração, Nosso Território”.

O selo foi criado pelo renomado artista plástico pernambucano J. Borges, que se sensibilizou com a causa.

O evento contou com a participação de voluntários e apoiadores da causa, refugiados e migrantes atendidos por ONGs parceiras da ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados).

“Nós, do Fundo Social de Solidariedade, temos olhado para a causa do migrante e do refugiado com muito carinho. Em breve, teremos um novo centro de referência para atendimento deste público na Barra Funda, na zona oeste da capital”, comentou a professora Lúcia.

A Ação do Coração foi lançada em 2012 na cidade de Santos por Alexandre Camilo em homenagem a seu irmão, o ator e diretor teatral Eduardo Furkini, que faleceu de doença cardíaca. A Campanha tem grande adesão do público na Baixada Santista e Vale do Ribeira, que se mobiliza para a confecção de corações de tecido de várias cores e tamanhos, simbolizando o amor, a esperança, a fé e a doação.

Além deste gesto simbólico, o grupo também se mobiliza para arrecadar alimentos e materiais que são destinados a ONGs e instituições de auxílio a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Na última edição, foram arrecadadas 10 toneladas de alimentos, 50 mil peças de roupas e 5 mil brinquedos e confeccionados 150 mil corações.