Centro de Referência em Educação Mário Covas é ferramenta para professores

Todo o acervo de livros e documentos está disponível para consultas no portal do CRE na Internet

ter, 12/03/2002 - 16h59 | Do Portal do Governo


Os professores, especialmente os da rede pública estadual, ganharam nesta terça-feira, dia 12, uma ferramenta importante para o aprimoramento profissional.

A transformação de um velho casarão, localizado na região central da Capital, em Centro de Referência em Educação, o CRE Mário Covas, colocou à disposição dos profissionais da área de ensino uma grande biblioteca temática, com acervo inicial de 40 mil publicações voltadas à educação e uma videoteca com 6.300 fitas de vídeo de 1.000 títulos diferentes.

O novo prédio também conta com salas para cursos de capacitação, miniauditório para palestras e salas equipadas com computadores, além de abrigar o Memorial da Educação, que centraliza num único espaço o acervo histórico da educação em São Paulo, e um Café Cultural, equipado com computadores para acesso à Internet.

Para o governador Geraldo Alckmin, que inaugurou o espaço nesta terça-feira, o CRE Mário Covas é uma casa para o professor. ‘É um centro de referência sobre a Educação no Estado. Tem os meios para que o profissional tenha acesso a toda referência na sua área e também abriga a história do setor’, afirmou.

O antigo casarão da época do café, construído há quase um século, passou por várias fases antes de se transformar no CRE Mário Covas. Foi residência, depois foi adquirido pelo Governo, virou escola, depois delegacia de ensino. ‘Era um casarão antigo e mal conservado. Aqui foi feita um grande reforma, ajudando a recuperar a região central de São Paulo’, explicou Alckmin.

‘O objetivo é trazer professores-coordenadores de escolas, diretores e professores das regiões mais próximas para visitas monitoradas que funcionarão como capacitação. O professor virá ao CRE para conhecer o material que está a sua disposição, além de saber um pouco mais da história da educação’, explicou a secretária estadual da Educação, Rose Neubauer.

Acervo disponível na Internet

Com o objetivo de democratizar as informações do Centro de Referência em Educação Mário Covas, todo o acervo, que inclui livros, documentos, revistas especializadas e artigos, entre outros itens, foi disponibilizado em portal na Internet, endereço www.crmariocovas.sp.gov.br

Pelo site é possível, por exemplo, copiar uma cartilha editada em 1846, ou a edição do poema épico Os Lusíadas, de Luis de Camões, publicada por Abílio César Borges para uso das escolas brasileiras, que suprimia passagens do livro que não deveriam ser lidas pelos meninos. Revistas especializadas, artigos e documentos do setor também podem ser lidos e copiados pelos professores a partir de um computador em suas próprias casas.

‘O site também tem uma agenda, atualizada diariamente. Com essa ferramenta, o professor de história, por exemplo, poderá melhorar sua aula agendando visitas de seus alunos a museus. O professor poderá associar sua aula com todo o acervo cultural que o CRE coloca à disposição’, conta Neubauer.

Os professores da rede pública estadual também podem usar o site para a videoteca. Eles podem se cadastrar pela Internet para solicitar o empréstimo de filmes. O pedido só pode ser formalizado por telefone ou fax (11) 3334-0100 ou (11) 3334-0666. Os títulos são enviados por sedex e disponibilizados por sete dias, prazo que pode ser renovado. A Secretaria da Educação paga a postagem do envio e o professor, da devolução.

Memorial da Educação

De acordo com a secretária da Educação, o Memorial da Educação do CRE Mário Covas centraliza acervos que estavam espalhados pela sede da Secretaria e escolas. Além disso, também incentiva a formação de Centros Regionais de Memória. O espaço possui ainda um museu virtual, com fotos e informações sobre as escolas mais antigas da rede.

O Memorial também conta com uma exposição itinerante. Quem visitar a primeira, que ilustra o processo de formação e desenvolvimento da rede estadual de ensino, terá a oportunidade de fazer uma viagem no tempo. Os que começaram a estudar até a década de 60 sentirão saudades da escola. Carteiras antigas, fotos e cartilhas são alguns dos objetos que levam muita gente de volta à infância.

O CRE Mário Covas fica na Avenida Rio Branco, 1.260, Campos Elíseos, São Paulo. Os professores que não fazem parte da rede estadual de ensino poderão visitar o novo espaço a partir do mês de abril. Como é voltado apenas a educadores, o CRE não será aberto à visitação pública.

Cíntia Cury

Leia também

  • Um Memorial para a educação de São Paulo.