Serra discursa em entrega de obras do Onda Limpa em Bertioga

Governador José Serra: Queria dar o meu boa tarde a todos e a todas. Hoje eu já estive em Santos e em seguida vou para o Guarujá. Nós estamos inaugurando 3 Estações de Tratamento (de Esgoto). A de Santos é um pouco diferente, mas em última análise é tratamento de esgoto. E uma delas é aqui de […]

sex, 19/02/2010 - 20h16 | Do Portal do Governo

Governador José Serra: Queria dar o meu boa tarde a todos e a todas. Hoje eu já estive em Santos e em seguida vou para o Guarujá. Nós estamos inaugurando 3 Estações de Tratamento (de Esgoto). A de Santos é um pouco diferente, mas em última análise é tratamento de esgoto. E uma delas é aqui de Bertioga. Nós vamos inaugurar mais 4: Peruíbe, Mongaguá e Itanhaém, duas em Peruíbe. Este é o Programa Onda Limpa, que pega toda a Baixada Santista. Tem também um outro, para o Litoral Norte. É 1,4 bilhão de reais de investimento só na Baixada, o maior investimento de saneamento em um projeto específico em todo o Brasil. No Litoral Norte são quase 500 milhões de reais a mais. E Bertioga está entre o Litoral da Baixada e o Litoral Norte, e basicamente o que isso vai fazer é tratar esgoto. Bertioga hoje tem água – 93% das casas têm água potável – mas a coleta de esgoto é só 38% hoje, e o tratamento é total praticamente desses 38%. E o que nós estamos fazendo? Nós estamos ampliando a rede de coleta, isto é que é o fundamental para cobrir toda a população – e manter o tratamento praticamente 100% do esgoto.

Aqui, de quilômetros de rede, nós estamos fazendo praticamente 50 quilômetros de rede coletora. Agora, essa não é uma obra que se vê, mas é uma obra que se sente, porque a coleta tira um pouco das casas, leva para tratamento. O que vai para o mar é água mais limpa, melhora o meio ambiente, diminui a mortalidade infantil – uma grande causa da mortalidade infantil, que aqui ainda é alta, é por causa do esgoto não tratado – e ao mesmo tempo melhora a condição dos turistas, o que significa mais movimento, atrair mais gente, mais empregos. Basicamente é isso. E é um investimento imenso, não é visível, fica por debaixo da terra. A Estação de Tratamento é longe, mas é sentir a cada dia a qualidade de vida.  

Nós, aqui em Bertioga, além dessa estação, já repassamos recursos para as estâncias – porque tem fundo do Governo para isso – cerca de 13 milhões e 300 mil reais, desde que eu tomei posse do Governo. Só neste ano são 4,8 milhões, quase 5 milhões de reais, que a Prefeitura investe em obras. Quais são os principais investimentos aqui? A reforma do canal e a orla da praia. São investimentos que o Governo do Estado repassa para a Prefeitura – não faz diretamente porque a Prefeitura sabe melhor onde é que tem que investir, quais são as demandas existentes por parte da população. E tem também as emendas aqui para Bertioga, como para outras regiões, feitas pelos parlamentares, que a gente atende no orçamento.

Enfim, que Bertioga continue indo bem. É um Município que vai bem, que tem uma área turística muito importante. Todas as vezes que eu vim antes da política era como turista, também porque tem colônia de férias aqui importantes – um lugar agradável, que ganhou sua emancipação porque era inevitável no começo dos anos 90, e que está ganhando também o seu futuro com essas obras.

Quero terminar aqui dando os parabéns ao pessoal. Aos bertioguenses e aos trabalhadores e funcionários da SABESP (Companhia de Saneamento do Estado), que são responsáveis pelo funcionamento dessa obra tão invisível quanto importante para a população.  

Muito obrigado!   

Leia aqui o discurso do governador sobre as obras em Santos