Alckmin discursa durante entrega de moradias em Ribeirão Preto

Geraldo Alckmin: Olha, nós estamos hoje duplamente felizes. Felizes por estar aqui em Ribeirão Preto, feliz por ter a presença aqui do nosso governador José Serra. Eu até pedi ao Serra para dar uma palavrinha aqui para vocês, mas ele declinou, então eu vou tomar a liberdade de falar em meu nome e, também, em […]

sáb, 12/02/2011 - 19h40 | Do Portal do Governo

Geraldo Alckmin: Olha, nós estamos hoje duplamente felizes. Felizes por estar aqui em Ribeirão Preto, feliz por ter a presença aqui do nosso governador José Serra. Eu até pedi ao Serra para dar uma palavrinha aqui para vocês, mas ele declinou, então eu vou tomar a liberdade de falar em meu nome e, também, em nome do Serra.

Abraçar também a nossa prefeita, a Dárcy Vera; abraçar o vice-prefeito, Mário Vieira Sampaio Filho; o vereador Nicanor Lopes, presidente da Câmara, na pessoa de quem cumprimento todos os vereadores e todas as vereadoras. Vereador em Ribeirão Preto é senador né? – e, também da região; deputado federal Silvio Torres, secretário de Estado da Habitação, na pessoa de quem quero cumprimentar toda equipe também da CDHU, pessoal que trabalhou aqui nesse belo conjunto; deputado federal Duarte Nogueira, líder do PSDB lá na Câmara Federal, grande liderança do nosso partido; deputados estaduais: o Baleia Rossi, que falou aqui em nome dos seus colegas da Assembleia Legislativa, agradecer ao Baleia Rossi; deputado Rafael Silva, dá um passinho para frente aqui, Rafael. Um amigo muito querido, ele e a Clara, sua esposa, também agradecer ao Rafael Silva. Um dia, Serra, vim aqui a Ribeirão Preto, aí fui assinar um convênio e pedi para o Rafael assinar como testemunha, aí o Rafael falou “Olha, para o Doutor Geraldo eu assino cegamente, não é?”. Abraçar muito o Rafael; Welson Gasparini, ex-prefeito, que está assumindo a Assembleia dia 15 agora, vai ser um grande deputado estadual também; o Nanão, prefeito de Altinópolis; o Paulo, prefeito de Viradouro; Marcos Henrique, prefeito de Itirapuã; o Zé Luis Romagnoli, prefeito de Batatais; o Zé Carlos Augusto, prefeito de Guaíra; e o Nenê, prefeito de Dumont; nossos ex-prefeitos; vice-prefeitos, quero abraçar também o Maggioni, nosso ex-prefeito; o Doutor João Gandini, nosso juiz de direito; agradecer ao poder judiciário por essa boa parceria aqui em Ribeirão Preto e na região; abraçar o meu companheiro Miguel Mauad Neto; os secretários; as pessoas que nos alegram aqui com a sua presença, fiquei muito feliz de ter o carinho da presença de vocês e, especialmente, as famílias que vão receber hoje a chave das suas casas.

E que casas caprichadas, hein? Olhas, cada uma separada da outra. Casas com dois quartos, três quartos, com água, esgoto, luz, asfalto. O parque… vai ter um grande parque. Aquecedor solar, pé direito mais alto, laje, muro, aquele capricho. Novinha, novinha. Entregar a chave, o pessoal já muda essa semana. São 160 casas que são entregues hoje. Depois serão entregues, no mês agora de abril, portanto daqui dois meses, nós entregaremos mais 263. E, no mês de julho, mais 209, passando aqui de 700 unidades habitacionais e mais 511.372 já contratadas e mais 150 em processo de licitação. E nós poderemos, Dárcy, fazer um investimento ainda bem maior porque há demanda aqui na região.

Então o Silvio Torres, já está autorizado, aí Silvinho, para buscar terreno e, o mais importante, é casa para quem precisa. Primeiro, que não tem casa e 90% famílias até quatro salários mínimos. Nós somos o único programa que quem ganha um salário mínimo tem acesso à casa própria, poder ter sua casa. Não tem nenhum outro programa praticamente. E somos o único estado brasileiro, o Estado de São Paulo, que coloca 1% do que arrecada do ICMS para moradia. Nós não temos fundo de garantia. É dinheiro do orçamento do Estado que é investido para garantir casa para as famílias de menor renda. E, saindo daqui, nós estamos indo para Sertãozinho, para entregar lá mais 570, aí o documento, o título, para a pessoa ter segurança jurídica do seu bem, da sua casa. Então a gente fica muito feliz. E quero dar uma palavrinha para que as famílias que estão aqui, que elas serão todas cadastradas. A CDHU vai cadastrar todas as famílias e os critérios vão ser seguidos. O critério é o critério de casa para quem não tem, de famílias de menor renda e seguir a orientação dos programas de natureza social. Quero deixar um abraço, dizer da alegria de estarmos juntos.

Diz que a gente, na vida, vive de sonho. Quando é criança, sonha com brinquedo, sonha com sorvete. Quando é jovem ou de qualquer idade, sonha com a namorada, sonha com o namorado, com os filhos, com os netos e o sonho da família é poder ter uma casa. Então, São Paulo vai suar a camisa literalmente. Silvio Torres tem uma grande tarefa, mas uma tarefa bonita, de juntos podermos pisar no acelerador para fazer mais casas, mais apartamentos, lote urbanizado, programas de parceria com Fundo de Garantia, com fundo garantidor e com o fundo social de habitação de interesse social para a gente poder atender as famílias de menor renda. Quanto é o aluguel de uma casa em Ribeirão Preto, Dárcy? Perto de R$ 300. Qual é a menor prestação aqui, Silvinho? A menor prestação para poder, a família de um salário, poder ter a sua casa é R$ 76. Casa novinha sendo entregue.

Então, contem conosco, vamos trabalhar juntos. Agradecer ao Serra, pelo seu trabalho: estamos aqui colhendo, Serra, os frutos do seu trabalho e a sua carinhosa presença aqui em Ribeirão Preto. Agradecer à Dárcy Vera, combativa prefeita, pela sua boa parceria aqui para a gente proporcionar essas moradias; ao Poder Judiciário; aos nossos vereadores; aos nossos deputados que lá na Assembleia Legislativa estão sempre nos ajudando para a gente poder trabalhar mais e melhor em benefício da coletividade; mas, principalmente, agradecer a essa cidade, que é o orgulho de São Paulo e do Brasil.

Parabéns Ribeirão Preto!