Museu do Café Brasileiro

Divulgação Museu do Café Brasileiro

Museu do Café Brasileiro

O prédio do Museu do Café começou a ser construído em 1920. Ele foi inaugurado no dia 7 de setembro de 1922 em comemoração ao centenário da Independência do Brasil. O edifício foi erguido em Santos porque, na época, a cidade era a maior praça de café do mundo e muitos países só aceitavam comprar o produto se ele fosse negociado e chancelado na Bolsa Oficial de Café. O local funcionou até 1986, mas ficou fechado em alguns períodos, como em 1929, na Quebra da Bolsa de Nova York; em 1932, durante a Revolução Constitucionalista e a II Guerra Mundial. O último pregão aconteceu na década de 1950, quando os negócios do café foram transferidos para a cidade de São Paulo. Mas até 1986, quando foi desativado, funcionou para a divulgação da cotação do café no mercado internacional. Depois de dez anos fechado, o Museu do Café foi restaurado em parceria com o Governo Mário Covas. Foram 14 meses de trabalho até a reinaugação realizada em 25 de setembro de 1998. Atualmente ele é mantido pela Associação dos Amigos do Museu do Café. No acervo estão obras de Benedito Calixto (painéis e vitrais), além do espaço para exposições temporárias. Dentro do projeto museológico estão: a livraria, biblioteca e arquivo, o acervo e o centro de preparação do café.

Mais informações

Palácio da Bolsa Oficial de Café
Rua XV de Novembro, 95 - Centro - Santos/SP
Fone: (13) 3219-5585
Site: www.museudocafe.com.br
Funcionamento: Terça a sábado das 9h às 17h, domingo das 10h às 17h
Ingressos: R$5 e meia-entrada