Ir para conteúdo

Cuidar da saúde da população é prioridade.

São Paulo é referencia para o país quando o assunto é saúde. Mais de 30% dos atendimentos de urgência do SUS são realizados em hospitais públicos paulistas.

Muito já foi feito mas  para manter o padrão de qualidade dos equipamentos de saúde e atender a demanda crescente, o Governo do Estado não para de investir.

Rede Hebe Camargo

Em 2013, o Governo do Estado de São Paulo criou a maior rede de combate ao Câncer do país, a Rede Hebe Camargo. O objetivo era levar os serviços de diagnóstico e tratamento em oncologia a todas as regiões de São Paulo.

Hoje, com 76 unidades, 92% dos pacientes da Rede Hebe Camargo são atendidos na região onde moram. É o caso do Iori, que está sendo atendido na sua região. Mais perto de casa e com o apoio da família, ele está vencendo as etapas do tratamento contra o câncer.

Clique aqui e conheça a história do Iori, um caso de sucesso, que faz a gente acreditar que nossos esforços valem a pena.

Rede Lucy Montoro

 

A Rede de Reabilitação Lucy Montoro é referência internacional no trabalho de reabilitação de pacientes com deficiência ou mobilidade reduzida. Com equipamentos modernos, tecnologia de ponta e um time multidisciplinar de profissionais da saúde, que incluem fisiatras, enfermeiras, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, educadores físicos e fonoaudiólogos, a Rede Lucy Montoro realiza mais de 100 mil atendimento mensais.

Atualmente, são 17 unidades fixas de atendimento, uma unidade móvel, que já atendeu mais de 2.000 pacientes em todo o Estado, e outras 4 unidades em construção.

A dedicação contínua e o trabalho diário dos profissionais da Rede Lucy Montoro ajudam a mudar histórias de vida, como a do garoto Dani 10.

Clique aqui, conheça a história do Dani 10 e inspire-se.

Mulheres de Peito

O câncer de mama é um dos tipos de tumores mais comum entre as mulheres no Brasil. Mesmo sendo uma doença grave, o diagnóstico precoce garante mais chances de tratamento e cura.

Para incentivar as mulheres a realizarem o exame preventivo e ampliar o acesso ao tratamento, o Governo do Estado criou o programa Mulheres de Peito, que já realizou mais de 213 mil exames de mamografia e mais de 2,5 mil encaminhamentos para acompanhamento clínico.

O Mulheres de Peito conta ainda com carretas itinerantes que levam tecnologia e atendimento para todo o Estado.

O programa é voltado para Mulheres entre 50 a 69 anos, grupo com mais predisposição à doença. Para participar basta agendar um horário pelo telefone 0800-779-0000. Não é preciso de pedido médico para a realização do exame.

AME – Ambulatório Médico de Especialidades

Investir na saúde é facilitar a vida  do cidadão.

Pensando nisso o Governo do Estado de São Paulo criou os “AMEs – Ambulatórios Médico de Especialidades” que permitem ao paciente fazer consultas e exames em um único local.

Visando ampliar esse atendimento em 2014 o Governo lançou o “AME Mais” onde é possível realizar, além de consultas e exames, pequenas e médias cirurgias, liberando os hospitais para os casos mais complexos.

Os AMEs recebem pacientes, encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde dos municípios, com data e hora marcados.

São 57 unidades espalhadas em todo o Estado, e assim como a Dona Inês, outros 1000 pacientes são atendidos a cada hora nos AMEs paulistas.

E o sinal de que estamos no caminho certo é a satisfação de quem usa: 96% de aprovação!

Hospitais

O Governo do Estado de São Paulo investe continuamente na expansão e melhoria da rede pública de saúde paulista.

Desde 2011, 11 novos hospitais foram construídos, outros 57 foram reformados ou ampliados e 21 novos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMES) foram inaugurados. Além disso, cerca de 5 mil novos médicos foram contratados.

E não para por aí, outras unidades de saúde estão em obras em todo o Estado.

Mais do que expandir o atendimento, o Governo do Estado de São Paulo também auxilia as Santas Casas. Mais de R$ 8,4 bilhões foram repassados às entidades mantenedoras dos hospitais filantrópicos.

Campanhas