Ações de Governo

Logística e Transportes

Apresentação

Logística repaginada

Garantir fluidez e um sistema logístico eficiente que suportem o desenvolvimento econômico do Estado é prioridade da Secretaria Estadual de Logística e Transportes. O trecho do Rodoanel Norte; a duplicação da Rodovia dos Tamoios (SP-99) e Euclides da Cunha (SP-320); a recuperação de rodovias; as melhorias e ampliação da navegação na hidrovia Tietê-Paraná e a modernização dos aeroportos do Estado, auxiliam no deslocamento pelo Estado.

Outro projeto interessante é o Ponto a Ponto, resultado de uma política de transportes de tarifas mais justas. Em vigor primeiramente no trecho entre Campinas e Sorocaba, estabelece uma tarifa proporcional ao trecho utilizado.

E, para coroar os esforços constantes em garantir vias de qualidade no Estado, uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) feita em 2013 aponta que, das 10 melhores rodovias do Brasil, 9 são paulistas e fazem parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. É mais segurança e conforto ao cidadão.

Rodoanel

Desenvolvimento econômico e fluidez

O Rodoanel Mário Covas (SP 021) é uma obra fundamental para desafogar o intenso tráfego da região metropolitana, principalmente de caminhões. Dividido em quatro trechos – norte, sul, leste e oeste -, ele redefine a plataforma logística rodoviária de formato radial para anelar, interligando 10 rodovias que chegam à capital do Estado: Fernão Dias, Dutra, Ayrton Senna, Anchieta, Imigrantes, Régis Bittencourt, Raposo Tavares, Castello Branco, Anhangüera e Bandeirantes. Assim, os caminhões que antes trafegavam pela Marginal Pinheiros, ao passarem pela capital, podem cortar caminho pelo Rodoanel, agilizando entregas e melhorando a fluidez do trânsito.

Imagem destaque

 

Trecho Leste

O terceiro trecho do anel viário, o Rodoanel Leste tem 48,8 km de extensão. A construção desse trecho, de responsabilidade da iniciativa privada, não entra na conta de investimentos do Estado. O Rodoanel Leste estará disposto entre os municípios de Mauá e Arujá e dará acesso às rodovias João Afonso de Souza Castellano (SP-066), Ayrton Senna (SP-070) e Presidente Dutra (BR-116).

O trecho integra uma importante ligação entre as principais rodovias que passam pela Região Metropolitana de São Paulo e deve receber, diariamente, cerca de 24 mil veículos. Estima-se que entre 60% e 70% desse fluxo seja de veículos pesados, como caminhões.

A importância do novo trecho se reflete não só no desenvolvimento econômico do Estado, mas também no trânsito da Região Metropolitana de São Paulo, que deixará de receber tráfego com origem e destino nos sistemas rodoviários interligados pelo Rodoanel. Em conexão com o Trecho Sul e o Sistema Anchieta-Imigrantes, o Trecho Leste também viabiliza uma ligação mais rápida e eficiente com o Porto de Santos e o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O traçado do Trecho Leste corta seis municípios: Ribeirão Pires, Mauá, Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Arujá. A construção foi viabilizada pelo Programa de Concessões Rodoviárias de São Paulo.

Trecho Leste deve receber, diariamente, cerca de 24 mil veículos. Estima-se que entre 60% e 70% desse fluxo seja de veículos pesados, como caminhões.

 

Trecho Norte

Obra que completa o Rodoanel Mario Covas (SP-021), o trecho Norte, com 44 quilômetros, é umas das obras mais aguardadas no país, devido à sua grande relevância para o modal rodoviário nacional no transporte de cargas de alto valor agregado que passam por São Paulo. Estima-se que 65 mil veículos circulem diariamente pela rodovia, sendo 30 mil deles, caminhões (60% retirados da marginal Tietê).

Nos seus 44 quilômetros o trecho Norte, passando por São Paulo, Arujá e Guarulhos, liga o trecho Oeste, na confluência com a da avenida Raimundo Pereira Magalhães, antiga estrada Campinas/São Paulo (SP-332), com o Leste, na intersecção com a rodovia Presidente Dutra (BR-116). Além disso, possui ligação exclusiva de 3,6 km para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O trecho Norte é uma rodovia "Classe Zero", com quatro faixas de rolagem por sentido entre o Rodoanel Oeste e a rodovia Fernão Dias. O segmento entre a Fernão Dias e a via Dutra terá três faixas de rolagem de 3,6 m de largura em cada pista. A rodovia ainda é provida de canteiro central com 11m de largura e terá velocidade de 100 km/h. O traçado apresenta 7 túneis e 111 obras de arte especiais (pontes e viadutos).

Trecho Sul

Com 61,4 quilômetros de extensão, o Trecho Sul começou a operar em março de 2010. Seu traçado começa na Rodovia Régis Bittencourt (no entroncamento com o Trecho Oeste), interliga as rodovias Anchieta e Imigrantes, e segue até o prolongamento da Av. Papa João XXIII. Recebe em média 70 mil veículos por dia e sua operação está a cargo da concessionária SPMar.

Trecho Oeste

O Trecho Oeste foi o primeiro trecho construído do Rodoanel. Tem 32 quilômetros de extensão e liga as rodovias Régis Bittencourt, Raposo Tavares, Castello Branco, Bandeirantes e Anhanguera. Atualmente, recebe um volume diário médio de 71 mil veículos e é operado e administrado pela concessionária Rodoanel.

Ponto-a-Ponto

Tarifas mais justas

O sistema ponto-a-ponto é um novo modelo de pagamento de pedágio, que leva em conta o trecho percorrido. A Rodovia Santos Dumont (SP 75), no trecho entre Sorocaba e Campinas, é a primeira a receber o teste do novo modelo, no início de 2012.

Em um segundo momento, a novidade será implantada também em Itatiba (SP-360), Jaguariúna (SP-340) e Paulínia (SP-332).

No primeiro trecho, o sistema funciona com a instalação de nove conjuntos de pórticos com antenas ao longo da via. Os pórticos fazem a leitura automática de tags colocados nos veículos, os identifica e registra a cobrança. Funcionam, portanto, como uma espécie de praça de pedágio virtual, mas sem barreiras e cabines de cobrança. Essa tecnologia já é utilizada em outros países, como nos Estados Unidos.

O projeto faz parte de uma política de transportes que tem a intenção de cobrar tarifas mais justas dos usuários. Dependendo do trecho percorrido, a redução do custo para os motoristas chega a mais de 50% em relação ao que pagariam pela cobrança tradicional. 

Recuperação e melhorias

Investimento em duplicações e qualidade

 

O programa de Recuperação das Rodovias Estaduais está sendo executado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). São melhorias como recuperação, duplicação e pavimentação de estradas administradas pelo Governo do Estado de São Paulo.

Hidrovia Tietê-Paraná

Alternativa econômica para o transporte de cargas

O sistema hidroviário Tietê-Paraná possui 2.400 quilômetros de vias navegáveis de Piracicaba e Conchas até os Estados de Goiás e Minas Gerais (ao norte) e Mato Grosso do Sul, Paraná e Paraguai (ao sul). Ela liga cinco dos maiores estados produtores de soja do país e é considerada a Hidrovia do Mercosul.

No trecho paulista, a Hidrovia possui 800 quilômetros de vias navegáveis, dez reservatórios, dez barragens, 23 pontes, 19 estaleiros e 30 terminais intermodais de cargas. Sua infra-estrutura, administrada pelo Departamento Hidroviário - DH transformou o modal em uma alternativa econômica para o transporte de cargas, além de propiciar o reordenamento da matriz de transportes da região centro-oeste do Estado e impulsionar o desenvolvimento regional de cidades como Barra Bonita e Pederneiras. 

Portos e aeroportos

Transporte de cargas e conforto nas viagens de turismo

O Porto de São Sebastião, administrado pela Companhia Docas de São Sebastião, órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportesopera, opera, ao todo, com 18 tipos de cargas e um dos lideres de importação e exportaçãos são as chapas de aço.

Aeroportos

Administrado pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), o setor aeroportuário é formado por aeródromos localizados no interior do Estado e nos principais pólos de desenvolvimento. Além de tornar mais ágeis as viagens de turismo e negócios, os aeródromos são um importante elo entre os setores produtivos e de consumo.

O DAESP investe continuamente na ampliação, modernização das instalações e na reforma de pistas e de terminais de passageiros de seus aeroportos. São iniciativas que integram o sistema de transportes e estimulam a exportação de pólos produtivos do interior do Estado.

Rodovias

Das 10 melhores rodovias do país, 9 são paulistas

O motorista que sai de São Paulo e vai até a estância de Águas de Santa Bárbara viaja por uma das melhores rodovias do país, a Castello Branco (SP 280). Ao dirigir por outras 9 rodovias do Estado, fará a mesma constatação. Uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) feita em 2013 aponta que, das 10 melhores rodovias do Brasil, 9 são paulistas e fazem parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. É mais segurança e conforto ao cidadão.

 

Ligação Santos-Guarujá

Túnel será construído para unir as duas cidades

Depois de amplo estudo técnico de alternativas para a transposição seca do Estuário de Santos, entre Santos a Guarujá, Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) optou pela construção de um túnel imerso para ligar as duas margens do canal, tecnologia inédita no Brasil.

A primeira passagem de tráfego, que utilizou o método de túnel imerso, foi construída em 1910, para permitir a passagem da Ferrovia Central de Michigan (Michigan Central Railroad) sob o Rio Detroit, nos Estados Unidos. Embora ainda inédita no Brasil, foram catalogados mais de 150 túneis imersos atualmente em operação pelo mundo.

O túnel imerso entre Santos e Guarujá será implantado em concreto armado, com profundidade mínima de 21 metros, 900 metros de extensão, com três faixas de rolagem por sentido, e com espaço exclusivo para pedestres e ciclistas. A passagem de veículos comportará automóveis, caminhões e até uma linha de VLT.

O futuro túnel ligará os bairros de Outeirinhos, em Santos, a Vicente de Carvalho, no Guarujá, e permitirá, na sua inauguração, o tráfego de automóveis, caminhões, pedestres e ciclistas. A solução também será compatível com o sistema de VLT (veículo leve sobre trilhos) que será implantada na Baixada Santista.

Travessias litorâneas

Veículos, pedestres e ciclistas utilizam o serviço

As Travessias Litorâneas, operadas pela Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A, funcionam em diversos trechos do litoral paulista. As embarcações, sejam balsas ou lanchas, transportam veículos, pedestres e ciclistas. É possível utilizar o serviço de travessia entre Guarujá e Santos (veículos, pedestres e ciclistas); Santos e Vicente de Carvalho (pedestres e ciclistas); Bertioga e Guarujá (veículos, pedestres e ciclistas); São Sebastião e Ilhabela (veículos, pedestres e ciclistas); Continente e Cananéia (veículos, pedestres e ciclistas); Cananéia e Ariri (pedestres); Cananéia e Ilha Comprida (veículos, pedestres e ciclistas) e Iguape/Juréia (veículos, pedestres e ciclistas).

Desenvolvimento

Pólo Institucional de Desenvolvimento da Zona Leste

O Polo Institucional de Itaquera, na Zona Leste da capital, busca melhorar a acessibilidade na região, com a integração do sistema viário da Av. Radial Leste ao futuro Polo Institucional de Itaquera.

As obras compreendem a nova avenida de ligação Norte-Sul, trecho entre a Av. Itaquera e a Av. José Pinheiro Borges (Nova Radial), incluindo as transposições em desnível sobre as linhas do Metrô e da CPTM, uma nova avenida, articulando a ligação Norte - Sul com a Rua Miguel Inácio Curi, junto à adutora da Sabesp existente, uma passagem em desnível na Rua Dr. Luis Aires (Radial Leste), no trecho em frente às estações do Metrô e da CPTM e a adequação viária no cruzamento da Av. Miguel Inácio Curi com a Av. Eng. Adervan Machado.

Duplicação da Tamoios

Mais conforto e segurança

A construção da Nova Tamoios é uma obra importante para incrementar o crescimento da região do Vale do Paraíba. Duplicada, a Tamoios ligará São José dos Campos à capital do pré-sal, Caraguatatuba, e ao porto de São Sebastião. A duplicação melhora a qualidade operacional e eleva o nível de segurança do trecho.

Mais informações

Secretaria Estadual de

Logística e Transportes

www.transportes.sp.gov.br/default.asp

Rua Iaiá, 126 - 12º andar - Itaim Bibi- São Paulo - SP

(11)3702-8000