Transportes Metropolitanos

Transportes Metropolitanos

Compra de novos trens, expansão do transporte sobre trilhos das linhas da CPTM e do Metrô, novos corredores de ônibus para facilitar o trânsito nas regiões metropolitanas e a integração do sistema de transportes. São grandes os desafios para administrar a demanda do sistema de transporte urbano em grandes conglomerados, como a região metropolitana de São Paulo – o oitavo pólo urbano do mundo em número de habitantes – e as outras quatro regiões metropolitanas do Estado (Campinas, Baixada Santista, Sorocaba e Vale do Paraíba-Litoral Norte).

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos investe na melhoria da malha metroferroviária, ampliação de linhas, modernização de sistemas e equipamentos e manutenção dos serviços, para dar resposta às necessidades de deslocamento e mobilidade dos cidadãos.

Programas e Ações

Metrô em expansão

Ampliação das linhas, incluindo três do monotrilho (uma delas em operação parcial), e a construção de estações, integrando o Metrô aos demais meios de transportes metropolitanos, como os ônibus e as linhas da CPTM. O Governo do Estado continua trabalhando para encurtar distâncias e facilitar a vida de quem precisa se locomover para trabalho ou lazer pelos municípios da região metropolitana de São Paulo.

Novas linhas e expansão

Linha 4 – Amarela

Fará a ligação entre o bairro da Luz e a Vila Sônia. É o primeiro empreendimento do País a contar com a Parceria Público-Privada (PPP), que prevê a concessão comercial a um agente privado, pelo prazo de 30 anos. A aquisição de novos trens e de sistemas operacionais também fica a cargo da iniciativa privada. Está na segunda fase de construção, com prioridade para a conclusão das estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia.

Linha 5 – Lilás

A linha ligará o Largo Treze, no Bairro de Santo Amaro, à Chácara Klabin. Em abril de 2014,  foi inaugurada a Estação Adolfo Pinheiro e concluída a construção de todos os túneis da extensão da Linha 5 até a Chácara Klabin. Estão sendo construídas 10 estações: Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin, Campo Belo, Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin. O trecho fará a integração com a Linha 1-Azul, na Estação Santa Cruz, e com a Linha 2-Verde na estação Chácara Klabin.

Linha 17- Ouro

O trecho de 7,7 quilômetros ligando o Jardim Aeroporto à Estação Morumbi, da Linha-9 da CPTM, está em obras. Pelo menos 80 mil pessoas devem fazer o percurso por dia, após a conclusão da linha suspensa por onde vai circular mais uma linha do monotrilho.

Linha 15 – Prata

Em operação desde agosto de 2014, o primeiro trecho da linha de monotrilho faz a ligação entre as estações Vila Prudente e Oratório (zona leste). A prioridade é concluir um novo trecho entre a Estação Oratório e a Estação São Mateus, com 13 quilômetros de vias elevadas e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

Linha 18 – Bronze

Com estimativa de beneficiar 314 mil passageiros por dia e utilizando da tecnologia de monotrilho, essa será a primeira rede metroviária intermunicipal que vai ligar o município de São Paulo com o ABC (Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano) com a rede do metrô. Serão 13 estações ao longo de 15 quilômetros de extensão entre as estações Tamanduateí (Linha 2-Verde) e Djalma Dutra (São Bernardo do Campo), com integração da linha 10-Turquesa da CPTM.

EMTU

VLT em Santos

Está em operação comercial o primeiro trecho de 6,5 quilômetros do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que faz a ligação entre o terminal Barreiros, em São Vicente, e o Porto de Santos, na Baixada Santista, com nove das 15 estações previstas concluídas. Um segundo trecho do VLT, em fase de projeto e licenciamento, ligará a estação Conselheiro Nébias ao bairro Valongo, em Santos.

O VLT é um meio de transporte rápido e não poluente que já circula com sucesso por várias cidades europeias. A EMTU encomendou 22 VLTs, dos quais 17 já estão na Baixada Santista. Com a operação dos dois trechos, a estimativa é de que 70 mil pessoas por dia utilizem o VLT, dispensando a circulação de ônibus que serão trocados por um meio de transporte bastante silencioso e com emissão zero de poluentes.

Novos corredores de ônibus

A EMTU construiu novos corredores de ônibus, para que os veículos andem com mais velocidade e diminuam o tempo de trajeto para milhares de usuários. Os corredores possuem modernos pontos de parada para o benefício da população das regiões metropolitanas. Estão em operação quatro corredores:

Corredor Metropolitano ABD: faz a ligação entre os bairros de São Mateus e Jabaquara, passando pelos municípios de Mauá, Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema, e é considerado referência nacional e internacional em sistemas de transporte de média capacidade.

Extensão Diadema – São Paulo (Morumbi –Berrini): foi inaugurada em 2010 e faz parte do Corredor Metropolitano ABD. Liga o Terminal Diadema à Estação Berrini (CPTM), em 12 quilômetros exclusivos para circulação de ônibus. O percurso conta com 10 terminais.

Corredor Metropolitano Guarulhos-São Paulo: os dois primeiros trechos do corredor já estão em operação. O primeiro, de 3,7 km, entregue no primeiro semestre de 2013, liga os Terminais Metropolitanos Taboão e Cecap, e conta com 3 estações de embarque e desembarque. O segundo trecho liga o Terminal Cecap ao Terminal Vila Galvão e conta com 12,3 km, sendo 9,6 km de corredor exclusivo de ônibus.

Corredor Metropolitano Vereador Biléo Soares (Noroeste): tem 32,7 quilômetros de extensão e 7 km de faixas exclusivas para ônibus. Liga Campinas aos municípios de Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa, Monte Mor e Americana.

CPTM

Reforço da frota com novos trens

O Governo do Estado investiu na compra de um lote de 60 novos trens para as linhas mantidas pela CPTM, sete deles já em operação (dois na linha 11-Coral e cinco na linha 7-Rubi). As novas composições contam com ar condicionado, composição contínua e motores mais potentes. Com mais rapidez e comodidade, as novas aquisições proporcionam um transporte mais eficiente. Nos últimos dez anos, a CPTM investiu na compra de um total de 112 novos trens.

Serviços e informações

SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS

Rua Boa Vista, 175, Bloco A, do 10º ao 15º andar – CEP 01014-001 – São Paulo (SP)

Telefone: 0800 724 0555

Visitar site

Mais ações de governo