Emprego e Relações do Trabalho

Emprego e Relações do Trabalho

A Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho concentra esforços para estimular o empreendedorismo no Estado, por meio de qualificação e concessão de microcrédito, e aproximar o trabalhador das oportunidades do mercado de trabalho.

Em um momento em que a geração de empregos é uma das prioridades no País, a atuação da pasta é fundamental para ajudar na retomada da economia. Para isso, a SERT investe em programas e serviços de intermediação de mão-de-obra, de qualificação e requalificação profissional e atendimento ao trabalhador pelo Sistema Público de Emprego – Sert/Sine.

Um dos destaques é o programa Emprega São Paulo, que promove a integração entre candidatos e empregadores por meio de um sistema online gratuito de intermediação de mão de obra. Além de terem acesso às informações sobre vagas disponíveis, os cidadãos inscritos no portal contam com ferramentas para ajudá-lo na busca pelo primeiro emprego ou recolocação, como cálculos de salário e chances de sucesso no mercado de trabalho.

Outro programa que fomenta o empreendedorismo ao destinar crédito a pequenos empresários é o Banco do Povo Paulista. Com taxas de juros reduzidas, atende a microempresários de vários setores, como motoristas, comerciantes, costureiras e cabeleireiras, entre outros.

Programas e Ações

Emprega São Paulo / Mais Emprego

O Emprega São Paulo / Mais Emprego é um sistema online gratuito de intermediação de mão de obra do Governo do Estado, gerenciado pela SERT. Um de seus diferenciais é manter um banco de dados com os profissionais inscritos no sistema, informado quando há vagas disponíveis em cada perfil. Para isso, utiliza um sistema de envio de mensagens SMS convocando os candidatos – até hoje, já foram enviadas mais de um milhão de mensagens. O contato para entrevistas de emprego também é feito por e-mail. Com a ferramenta de georreferenciamento, o candidato pode encontrar um trabalho perto de sua casa, facilitando também o lado da empresa.

Para participar do programa, empresas e candidatos devem acessar o site da pasta, preencher o cadastro e criar login e senha. Os candidatos que não têm acesso à Internet podem comparecer a um Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), apresentar RG, CPF e carteira de trabalho e assim obter ajuda dos funcionários da SERT para fazer o cadastro no Emprega São Paulo e pesquisar na hora as vagas disponíveis.

Salariômetro

Ao navegar pelo portal da SERT, o usuário conta ainda com ferramentas úteis para assessorá-lo na busca por recolocação, como o Salariômetro – um software que informa a remuneração média das pessoas contratadas pelo mercado de trabalho formal, com carteira assinada, no período de seis meses anteriores à consulta em diversas áreas. No caso do Estado de São Paulo, é informado também o salário médio por município.

Implantado em fevereiro 2010, a ferramenta de pesquisa, desenvolvida em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE/USP), permite que o trabalhador saiba o salário médio que o mercado paga ao contratar pessoas com perfil parecido com o dele. O empregador também se beneficia ao ter acesso aos valores pagos por empresas para os profissionais.

Para dar uma ideia da importância da ferramenta, na semana seguinte ao lançamento do Salariômetro, foram registrados mais de 2,4 milhões de acessos, em 108 países. Além do Brasil, houve visitas de usuários dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Portugal, França, Espanha, Japão, entre outros.

Termômetro Nacional do Emprego

Outra opção bastante útil para o trabalhador em busca de colocação é o termômetro do emprego, ferramenta online que calcula a chance de colocação no mercado de trabalho para os 30, 60 ou 90 dias após a pesquisa, nas regiões metropolitanas de São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Recife, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Por meio de um questionário, e com base na Pesquisa Mensal de Emprego realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o termômetro aponta ainda a provável remuneração que o candidato irá encontrar. Lançado em novembro de 2009, o Termômetro Nacional do Emprego também foi desenvolvido em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE/USP).

O sistema oferece ao candidato um número que representa seu Fator, que vai de 0 (zero) a 100 (cem) e indica a probabilidade de conseguir um trabalho. O site também informa o Fator Médio Nacional, ou seja, a chance de sucesso do conjunto de todos os cidadãos desempregados das regiões metropolitanas analisadas, e o Fator Médio Regional, que representa as chances de sucesso do conjunto dos desempregados de determinada região metropolitana. Por exemplo, se o fator do usuário for 15, significa que de cada 100 pessoas com perfil parecido com o dele, 15 obtêm sucesso – o usuário tem 15% de chance de conseguir um trabalho – em até 30 dias. Para pesquisas mais longas, de 60 ou 90 dias, outros dois fatores são informados pelo sistema.

Jovem Cidadão

Por meio de estágio remunerado em empresas e entidades sem fins lucrativos, o programa Jovem Cidadão – Meu Primeiro Trabalho oferece oportunidades de inserção no mercado de trabalho aos estudantes do ensino médio da rede pública estadual. Assim, o estudante tem a chance de ter seu primeiro contato com o universo do trabalho, adquire habilidades específicas e ganha experiência. Desde o ano 2000, quando foi instituído, até dezembro de 2015, o programa inseriu mais de 189 mil jovens no mercado – desses, cerca de 32,8% foram efetivados nas empresas em que estagiaram.

Podem fazer parte do programa estudantes de 16 a 21 anos da Região Metropolitana de São Paulo e das cidades de Campinas, Piracicaba, São José dos Campos, Santos, Anhembi e Ariranha, regularmente matriculados e com frequência efetiva no ensino médio da rede pública estadual. O estágio tem duração de seis meses – prorrogáveis por igual período -, com carga horária diária de quatro, cinco ou seis horas.  Para cada oportunidade disponibilizada pelas empresas, o Programa encaminha três estudantes da escola mais próxima do local de trabalho.

Time do Emprego

Com o objetivo de orientar e preparar o trabalhador na busca de um emprego alinhado com seus interesses, habilidades e qualificação profissional, o Time do Emprego já beneficiou quase 52 mil pessoas desde sua criação, em 2001. O programa consiste na formação de um grupo, ou time, com os participantes, para troca de experiências e busca conjunta por emprego ou ocupação. Durante esses encontros, o grupo recebe orientações sobre elaboração de currículo e preparação para entrevistas de emprego, além de orientações para conhecerem melhor a si mesmos, suas habilidades e competências e estabelecerem metas de trabalho e de vida. Os conteúdos são desenvolvidos durante 12 encontros semanais, de três horas cada um, com grupos de 20 a 30 pessoas.

Banco do Povo Paulista

O programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, em parceria com prefeituras, tem como meta promover o empreendedorismo e a geração de emprego e renda. Com a menor taxa de juros do país – 0,35% ao mês -, o Banco do Povo Paulista (BPP) oferece financiamentos para empreendedores de micros e pequenos negócios, para capital de giro e investimento fixo, como forma de viabilizar o desenvolvimento social e econômico local. Os empréstimos variam de R$ 200 a R$ 20 mil. O BPP disponibiliza ainda linhas de crédito especiais para motofretistas, taxistas, mutuários da Companhia do Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e produtores rurais.

Serviços e informações

SECRETARIA ESTADUAL DO EMPREGO E RELAÇÕES DO TRABALHO

Rua Boa Vista, 170 – Centro – CEP 01014-000 – São Paulo (SP)

(0xx11) 3241-7000

Visitar site

Mais ações de governo