Agricultura e Abastecimento

Agricultura e Abastecimento

O agronegócio representa 25% do produto interno bruto (PIB) e 42% das exportações do Brasil, números que mostram a importância do setor no desenvolvimento da economia e do bem estar da sociedade. Para manter essa relevância, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento conduz políticas públicas que promovam produtividade e renda ao produtor e competitividade ao mercado.

Maior produtor nacional de cana-de-açúcar e etanol, laranja, borracha natural e frutas de mesa, entre outros produtos, o Estado de São Paulo possui como principal ferramenta para apoiar o setor agrícola o Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP). Por meio de linhas de crédito para diversas atividades agropecuárias, beneficia pequenos e médios produtores rurais, pescadores artesanais, cooperativas e associações.

Para aproximar a pesquisa científica da produção, a Pasta possui seis institutos de pesquisa reconhecidos internacionalmente: o Agronômico (IAC), criado pelo imperador D. Pedro II, em 1891; o Biológico (IB); de Economia Agrícola (IEA); de Pesca (IP); de Tecnologia dos Alimentos (Ital) e de Zootecnia (IZ). Graças ao novo marco regulatório para a área de inovação, ciência e tecnologia, espera-se que em 2017, 25% do conhecimento gerado para o campo seja financiado pelo capital privado.

Entre as prioridades da atual gestão está a preservação do meio ambiente, com especial atenção à regularização do CAR (Cadastro Ambiental Rural) e do PRA (Programa de Regularização Ambiental), além do fomento ao Projeto Nascentes e o Lupa (Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária).

Programas e Ações

Programa Melhor Caminho

Para garantir que a produção das fazendas chegue às indústrias e ao consumidor, o Programa Melhor Caminho, iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, destina recursos para conservar e recuperar estradas não pavimentadas, visando melhorar a condição de escoamento da produção agrícola do Estado.

Projeto Microbacias II

O Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado  tem contribuído para reverter a situação de êxodo rural, garantindo a permanência do homem no campo. Já foram beneficiadas pelo projeto 350 associações e cooperativas de produtores.

Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social (PPAIS)

Para garantir a igualdade de oportunidades e estímulo aos trabalhadores do campo, existe o Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social (PPAIS), pelo qual o governo, como grande comprador de alimentos, adquire parte da produção oriunda da agricultura familiar.

Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (Apta)

Por meio da Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (Apta), é possível gerar e transferir conhecimento científico e tecnológico para o desenvolvimento sustentável das estruturas produtivas do agronegócio. Tudo isso traz mais inovação e responsabilidade social no cenário da agricultura paulista, além de desenvolvimento regional. A Agência coordena as ações dos institutos de pesquisa da Secretaria, além dos polos regionais de desenvolvimento tecnológico dos agronegócios e dos centros avançados de pesquisa.

Projeto Horta

Por meio da distribuição gratuita de kits com sementes de hortaliças e material informativo que auxiliam o plantio, o Projeto Horta beneficia grupos sociais carentes, Prefeituras Municipais e Instituições interessadas e prover melhorias na merenda escolar, subsistência, geração de renda e ações de cunho pedagógico.

Cesans – Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável

Oferece orientação, cursos e palestras para o público em geral nas áreas de nutrição e alimentação. Também desenvolve políticas e inovação na área nutricional.

Instituto Agronômico – IAC

A biblioteca do IAC, criada em 1887, juntamente com a Imperial Estação Agronômica, por D. Pedro II, constitui um patrimônio de inestimável valor científico e tecnológico. Uma das mais antigas e completas em Agronomia e ciências correlatas da América Latina, possui cerca de 280 mil documentos, englobando 33 mil títulos de livros, 82 mil boletins, 3 mil títulos de periódicos, além de outros materiais bibliográficos. Em sua coleção de obras raras, destacam-se: Species Plantarum, 1762 e Philosophia Botanica, 1763, de LINEU; Thesaurus Linguae Latinae, 1734, de STEPHANI; Lexicon Totius Latinitatis, 1827, de FORCELLINI; Voyage de L’Arabie Hereuse par L’Ocean Oriental, 1716, de LA ROQUE; Systema Rhyngotorum, 1803, de FABRICII; Les Macrolepidopteres du Glob, 1907, de SEITZ; Flora Brasiliensis, iniciada em 1833, de von MARTIUs e Plantarum Brasiliae, 1827, de POHL; os dois últimos autores participantes da Expedição Langsdorf, que percorreu o Brasil no século XIX.

Instituto de Economia Agrícola – IEA

A Biblioteca do IEA possui um acervo especializado em economia agrícola e assuntos correlatos, constituído de 8.610 livros (LI), 26.064 boletins (BO), 116 Folhetos (FO) e 3.303 títulos de periódicos. Atende usuários de instituições de pesquisa (pesquisadores e técnicos), instituições de ensino (professores e universitários), empresas particulares, consultores, entidades e público em geral.

Serviços e informações

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO

Praça Ramos de Azevedo, 254 – Centro – CEP 01037-912 – São Paulo (SP)

(11) 5067-0000

E-mail: faleconoscoagricultura@sp.gov.br

Visitar site

Mais ações de governo